Formação de jovens lideranças no agronegócio

O agronegócio, notoriamente, é o setor de maior destaque na economia brasileira, seja por seu superávit na balança comercial, pela geração de renda ou de empregos no país. O Estado de Goiás se destaca no cenário nacional pela alta competitividade do agro, apresentando grande diversidade de atividades agropecuárias, alto nível tecnológico, alta produtividade agrícola e pecuária e fortes instituições representativas do setor.

No entanto, precisamos contar com novas gerações inseridas no agronegócio. Pessoas que vão movimentar esta máquina de geração de alimentos, emprego e renda no país nas próximas décadas. Jovens que vão assumir o protagonismo e tornar o agronegócio ainda mais tecnificado, dinâmico e competitivo, dando sua forte contribuição para o desenvolvimento sustentável do país.

Neste sentido, o Sistema Faeg Senar criou o Agrojovem, que é um programa de formação de novas lideranças do agronegócio. São jovens que, em um futuro próximo, poderão assumir posições de destaque nos segmentos representativos do setor (sindicatos de produtores rurais, cooperativas, associações, etc.), em instituições públicas e privadas, na política municipal ou mesmo como produtor rural, promovendo a sucessão familiar, de forma a contribuir para o desenvolvimento local e regional e a continuar fortalecendo o setor do agronegócio no cenário nacional.

O Agrojovem está estruturado em quatro módulos de 16 horas cada, totalizando 64 horas, abordando temas estratégicos para formação e desenvolvimento de novas lideranças no agronegócio. A capacitação inicia com o módulo do “Agronegócio”, especialmente seus aspectos legais e desafios; em seguida “Oratória e Comunicação”, visando desenvolver nos jovens habilidades de como falar em público, atender a imprensa, conduzir reuniões e assembleias, entre outras; depois “Liderança e Gestão de Pessoas”, trabalhando o desenvolvimento do perfil de líder à frente de equipes; e, por último, “Empreendedorismo e Plano de Negócios”, onde é trabalhado o perfil empreendedor e, na sequência, a elaboração de um plano de negócio pelo grupo, que será uma ação a ser desenvolvida no próximo ano.

O público-alvo são filhos ou filhas de produtores rurais, profissionais e estudantes da área agrária e jovens ligados de alguma forma ao agronegócio, com idade preferencialmente entre 18 e 35 anos, escolaridade mínima de ensino médio completo e disponibilidade de tempo para participar das capacitações e ações desenvolvidas em grupo. Além disso, busca-se especialmente jovens com forte perfil empreendedor, que estão engajados e motivados a atuarem no setor e fazerem a diferença em seu município.

O Agrojovem será executado em todos os grupos do Faeg Jovem, que são grupos de jovens ligados aos Sindicatos Rurais (SRs) de diferentes municípios do Estado de Goiás. Portanto, os jovens que se identificam com esta proposta podem procurar o Sindicato Rural do seu município para fazer parte do Faeg Jovem e das ações desenvolvidas dentro do grupo. 

Esta ação é desenvolvida localmente, mas em conjunto pode trazer um grande ganho em competitividade para o setor do agronegócio no Estado de Goiás, dando nossa contribuição para o fortalecimento nacional. Portanto, cada um é muito importante neste processo. O agronegócio não vai decepcionar a sociedade brasileira. Vai continuar sendo um esteio na economia nacional, cada vez mais renovado, preparado e competitivo.