Premiação da segunda edição do desafio Agro StartUp será uma viagem para Israel

Já faz tempo que o campo virou paradigma de avanço tecnológico no País. Foi com ele que o agronegócio passou a crescer e bater recordes de produtividade ano a ano. Mas, os desafios nas propriedades ainda são obstáculos para muitos produtores. De olho nessa realidade e a fim de incentivar o desenvolvimento de soluções, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), juntamente com a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás) lançaram nesta quinta-feira (25), em Goiânia (GO), a segunda edição do desafio Agro StartUp. Desta vez, no formato hackinnovation – maratona de desenvolvimento. A premiação final será uma viagem para Israel, na Agritech – feira de tecnologia voltada para o agronegócio.

De acordo com o presidente da Faeg e deputado federal eleito, Zé Mário, o objetivo é fomentar o empreendedorismo e a produção de soluções tecnológicas para o agronegócio. “Nesta edição vamos trabalhar com os participantes as dores e gargalos que o setor possui em Goiás”, destacou. A novidade é que nesta edição será no formato de maratona, aonde especialistas em tecnologias e empreendedores desenvolverão soluções através de aplicativos, programas de computador e ferramentas inovadoras que facilitem o trabalho no campo.

A primeira edição do desafio serviu para levar com uma grande amplitude a informação de que há oportunidades para negócios digitais voltados para o campo. Agora, o evento será mais curto para buscar pessoas – e não projetos – com competência em várias áreas e que possam se juntar para pensar soluções para os problemas identificados por uma pesquisa encomendada pelo Sebrae e realizada pelo Ifag em 80 municípios e com 342 pessoas, que revelou as principais dores do setor agro em Goiás. “Com a pesquisa apresentada, o pessoal irá desenvolver ideias que possam ser implementadas nas dores apresentadas por meio do levantamento”, explicou o analista de inovação do Sebrae Goiás, Francisco Lima Júnior.

Presenças 

Participaram da abertura o superintendente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro, o diretor técnico do Sebrae, Wanderson Portugal, o superintendente executivo de agricultura da SED, Antônio Flávio Camilo de Lima, o superintendente do Senar Goiás, Antônio Carlos de Souza e dos diretos da Faeg e Ifag.  

Texto: Nayara Pereira

Foto: Fredox Carvalho