Reunião do FCO apresenta números de 2018 e vislumbra expectativas para 2019

A 323ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento do Estado - Câmara Deliberativa do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), aconteceu na manhã desta terça-feira, (05), na sede da Fecomércio, inaugurando o ano de 2019. Cerca de 33 órgãos e entidades participam do FCO, que foi criado em 1989. A mesa foi composta por César Augusto da Secretaria de Desenvolvimento (SED), o diretor da Fecomércio, Edgar Segato Neto, o superintendente do Desenvolvimento Regional, Rivael Aguiar Pereira, o presidente da Fieg, Sandro Mabel e Adonídio Neto Vieira Júnior, do Gabinete de Gestão da Promoção e Atração de Investimentos e Negócios.


O Diretor executivo do Ifag, Edson Novaes, esteve presente na reunião destacando a contribuição que o Conselho trouxe para o desenvolvimento do Estado de Goiás. “Estamos aqui há 20 anos e vimos o quanto a geração de empregos é importante, e a redistribuição dos recursos dos fundos precisa ser pauta deste encontro,” afirmou.

O agente financeiro do Banco do Brasil S.A., Rodrigo Roberto dos Santos apresentou relatório de informações gerenciais de 2018 cujo Estado de Goiás mostrou eficiente aplicação dos recursos. “A previsão orçamentária aplicada no ano de 2018 foi de R$1 bilhão. Temos uma distribuição padrão com 50% para a indústria/comércio, e 50% para o agronegócio. Estamos atendendo uma maior quantidade de pessoas e empresas, assim como conseguimos pulverizar e assistir o pequeno produtor rural e empresário,” disse o agente.


Dados de 2018 - FCO - Informações Gerenciais - Contratações

*Segmento Empresarial: 1820 contratos

*Segmento Rural: 6108 contratos

*Agricultura Familiar: 9914 contratos

Geração ou Manutenção de Empregos - Gerados ou Mantidos - 1989 a 2018

Goiás: 2.975.917

As sugestões debatidas na reunião pelo Diretor técnico do Ifag  foram de descentralização por parte dos recursos, no intuito de aumentar o percentual destinados aos bancos cooperativos, e atender micro e pequeno produtores, a abordagem da dificuldade para que volte a metodologia antiga do cálculo de juros, visando também a criação de um grupo de trabalho para destravar o processo na justificativa de redistribuição dos fundos. 

Na ocasião, foram apresentados também os novos membros na Câmara do CDE/FCO, além da explanação da empresa Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano - COMIGO feita pelo Superintendente Administrativo Financeiro, do município de Palmeiras de Goiás, Warlen Ferreira de Freitas, para financiamento de armazéns gerais. A programação para 2019, o calendário para o exercício anual e a relação de cartas-consulta também foram pontos da reunião definidas como solicitações. Para finalizar, os membros votaram em programas, valores de projetos e a relação de empregos gerados diretos dentro de cada proposta apresentada.

Comunicação Sistema Faeg/ Senar