Um mercado além do que os olhos alcançam

Por Revana Oliveira

Antônio Celestino, nasceu em Formosa, cidade há 280 km de Goiânia. Com 31 anos, ele sempre trabalhou com vendas, até descobrir o leque gigante de possibilidades no mercado Agro. E para entrar nesse mundo não se prendeu aos desafios da caminhada. O primeiro deles, vencer os 480 km até a cidade de Luiz Eduardo Magalhães, na Bahia. Lá ele faz o curso Técnico em Agronegócio. “Minha história com o Senar começou a um ano e meio, quando me inscrevi para o Curso Técnico em Agronegócio, em um outro Estado, por questões logísticas. Toda vez que tenho aula, e vou com um mega sorriso no rosto pois sei que ao fim serei um profissional na área que mais cresce. Dificuldades batem a minha porta a todo momento porque não possuo condições financeira para custear até a comida nos dias de aula. Às vezes fico um dia inteiro sem comer por falta de financeiro mais sem estudar eu não fico”, desabafa o estudante.