Reunião das Representações Femininas do Agro em Goiás contou com a participação de 110 mulheres

A importância da Mulher no Agro e o Lado Emocional e Psicológico da Sucessão Familiar foram os dois temas abordados na Reunião que contou com a participação das Produtoras Rurais da Faeg, de Produtoras APROSOJA e das Mulheres do Agro, que aconteceu no auditório stand Senar Sebrae montado na Tecnoshow, em Rio Verde, na última quarta-feira (10).

 A união dessas mulheres que lotaram o auditório demonstra o quanto essa força do agro goiano faz a diferença do campo à cidade. Estiveram na condução dos trabalhos, a vice-presidente da Comissão das Produtoras Rurais da Faeg, Solemar Maria de Jesus, a presidente da Comissão das Produtoras Rurais do Sindicato Rural de Rio Verde, Fabíola Nascimento, a presidente da APROSOJA Goiás Mulher, Márcia Moraes Santos Barzotto, além do coordenador técnico do  Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), Fernando Borges, assim como presidente do Sindicato Rural de Rio Verde, Luciano Guimarães,  e o presidente da APROSOJA Goiás, Adriano Barzotto.

A palestrante Vivian Bialski, diretora de comunicação da empresa Corteva que tem mais de 25 anos de experiência na área apresentou uma pesquisa a respeito das mulheres no agro divulgada em outubro do ano passado realizada pela empresa. Ela explicou que o estudo foi feito em diversos países e mostrou que apesar das mulheres se sentirem orgulhosas de trabalharem no agro, ainda sentem-se muito discriminadas. “Muitas mulheres percebem que não existe igualdade e evidenciam a busca de mais treinamento, e que precisam ser mais escutadas,” disse.

 Na ocasião, a palestrante finalizou mostrando dados da importância de se promover a igualdade de gêneros, oferecer suporte jurídico e até psicológico para aquelas que sofreram ou sofrem discriminação e a importância do investimento em educação. O Lado Emocional e Psicológico da Sucessão Familiar foi o destaque apresentado pela presidente da Associação Brasileira de Terapia Familiar -  ABRATEF, a psicóloga, professora e mestre em educação pela UFG, Silvana Rita Silvestre de Oliveira. Ela falou com as mulheres sobre quanto trabalhar isso é importante. “Este assunto o qual vamos abordar é considerado um dos pilares da nossa economia no mundo dos negócios.” O coordenador técnico do Ifag, Fernando Borges contou que a reunião foi um sucesso pela união visível e o quanto a representatividade feminina amplia o olhar de todos para as mulheres que englobam o agronegócio.


Comunicação Sistema Faeg Senar 

Fotos: Fredox Carvalho