Senar Goiás atualmente oferece a Equoterapia em 35 Centros de Goiás

Só em 2018 o programa Equoterapia do Senar Goiás realizou mais de 50 mil atendimentos. Ele acontece em parceria com a Associação Nacional de Equoterapia (Ande-Brasil), que  qualifica a equipe multidisciplinar para atendimento equoterápico interdisciplinar a pessoas, especialmente do meio rural, que sejam deficientes e/ou com necessidades especiais. Atualmente são 35 centros ativos.

O programa atua com exercícios e atividades pedagógicas com o cavalo, auxiliando crianças e adultos na conquista de sua autoconfiança. O contato com o animal ampara muitas famílias na coordenação motora do paciente.

Esse trabalho representa um divisor de águas na vida de muitas famílias, tanto que o presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou na ultima segunda-feira, dia 13, a lei que regulamenta a equoterapia.

Em publicação feita no Diário Oficial da União (DOU), a prática deverá ser adotada mediante parecer favorável de avaliação médica, psicológica e fisioterápica, além de ser obrigatório a formação de uma equipe composta por um médico veterinário e um profissional de equitação, podendo, de acordo com o objetivo do programa, ser integrado por outros profissionais.

A lei, que entra em vigor após 180 dias decorridos de sua publicação oficial, determina que os animais usados durante o processo sejam adestrados para uso exclusivo da equoterapia e que apresentem boa condição de saúde, sendo submetidos a inspeções veterinárias regulares e descansando em instalações apropriadas.  

Informações: Canal Rural / Senar Goiás

Fotos: Fredox Carvalho

Comunicação Sistema Faeg/ Senar