Produtores e parlamentares goianos pedem apoio ao Ministro da Agricultura para solução no caso BRF

Brasília (10/07/2018) – Diante da possibilidade do fechamento de novos frigoríficos de aves da BRF em Goiás, o Presidente em Exercício da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Bartolomeu Braz, se reuniu nesta terça (10) com o ministro da Agricultura e Pecuária, Abastecimento, Blairo Maggi, em busca de alternativas para a manutenção da atividade produtiva no Estado.

No encontro, Bartolomeu Braz, enfatizou que o fechamento de unidades frigoríficas pode gerar impactos na economia. 

“A nossa expectativa é que possamos nos reunir com a diretoria da BRF, juntamente com o ministro da Agricultura, para resolver a situação de Goiás. É preciso garantir que os produtores rurais permaneçam na atividade e continuem gerando emprego”, ressaltou.

 Em audiência pública recente no Senado Federal, segundo Braz, a empresa BRF anunciou que, devido à dificuldade da capacidade de exportação, fecharam a unidade de abates de perus em Mineiros, no interior de Goiás. 

 “Buscamos outras saídas para que transformassem os aviários de Peru para frangos para manter os empregos na região. Na audiência, o vice-presidente da BRF nos garantiu que não fecharia nenhuma unidade em Goiás, mas fomos surpreendidos com a notificação da diminuição dos abates na unidade de Rio Verde”, declarou.

 Também participaram da reunião a Senadora Lucia Vânia, o Deputado Estadual Lissauer Vieira, o Presidente da Associação dos Granjeiros de Rio Verde, Ângelo Thomaz, o secretário da Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa, Luiz Rangel, e o Produtor Rural em Mineiros (GO), José Mário Schreiner.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação CNA