Encontro de produtores assistidos movimenta o interior

Uma das cadeias atendidas pelo Programa Senar Mais é a da horticultura. Em Nova Veneza, a 46 km da Capital, um grupo de produtores que recebe assistência técnica e gerencial desde outubro de 2017 acompanharam, na noite de segunda-feira (11), o Encontro de Produtores Assistidos, no Centro Cultural do Município. Cerca de 35 participantes estiveram presentes e puderam conferir as características do grupo, desafios, virtudes e resultados, e ações realizadas na região a partir do Programa Senar Mais.

O coordenador técnico de horticultura do Senar Mais, Douglas Vila Verde, esteve à frente das atividades do dia e disse que a região está localizada em uma área privilegiada. “Nova Veneza está próxima a grandes centros consumidores como Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis. Por isso, a horticultura surge como uma das principais cadeias para geração de renda de pequenos produtores, ” afirmou Douglas.

Palestras movimentaram a região durante o Encontro que contou também com a participação do coordenador regional do Senar Goiás Lucas Thomé, do supervisor de ATeG do Senar Mais, Lincoln Luís França e do gerente sindical da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG), Vitor Hugo Evangelista Duarte.

Na ocasião, o técnico de campo Cleber Sales Ramos mostrou a importância de conhecer o trabalho da Assistência Técnica e Gerencial apresentando alguns resultados do programa, principalmente do produtor, Aderso do Nascimento, que contou sobre a experiência em participar do Programa. “Há 50 anos, a forma de se produzir era uma, hoje precisamos estar atentos às mudanças se quisermos permanecer,” disse Aderso.

Produtores conheceram detalhes da produção de tomate tipo grape em ambiente protegido, sobre o mercado e custos de produção, além da importância de se trabalhar a gestão dentro das propriedades rurais. “O Programa Senar Mais possibilita ao produtor rural uma exploração mais eficiente da sua atividade aumentando a renda e melhorando a sua qualidade de vida e dos familiares. Estes encontros acontecem nos municípios que temos grupos de produtores que participam do Programa nas diversas cadeias, mas é aberto para qualquer produtor que tenha interesse em conhecer um pouco mais da atuação do Senar,” ressaltou Douglas. Finalizando o encontro, o consultor de ATeG do Senar Goiás, Carlos Eduardo Freitas Carvalho falou a respeito dos desafios enfrentados pelos produtores rurais mediante à necessidade de adequação às novas exigências do agronegócio e principalmente a importância do gerenciamento das atividades produtivas.

“Já tripliquei o tamanho da minha área de produção,” diz produtor de Palmeiras de Goiás