Balanço da Faeg mostra que empregos na agropecuária aumentaram mais de 10% em 2018


A safra de grãos (2017/18) também é a segunda melhor da história no País

 

 Atualmente são 13 milhões de ovos vendidos todos os meses. Em 2017 a granja que fica a 50 km de Goiânia, em Hidrolândia, vendia bem menos, 8 milhões de unidades. Com o crescimento da produção em 2018 foi preciso aumentar o número de funcionários em 15%. “Em 2017 tínhamos 350 mil aves, hoje são 600 mil, divididas em 10 galpões que foram modernizados, mas mesmo assim tivemos que aumentar a mão de obra”, explica Darlim Mackert, gerente de planejamento e controle da granja Ovos Loyla.

Já  Andreia Costa tem uma loja de produtos típicos da roça no setor Bueno, em Goiânia.  No estabelecimento, ela vende carne de lata, queijos, linguiças e outros produtos produzidos em três fazendas. A loja Só Caipira abriu as portas em 2016. Mesmo com o período de recessão da economia a empresa só cresceu. “Nesse ano, foi preciso quase dobrar o número funcionários fixos nas fazendas”, conta a produtora rural.

Os exemplos acima reforçam um dos destaques da agropecuária goiana. De janeiro a setembro foram gerados 11.135 empregos em Goiás, resultado 10,2% maior do que em 2017. Os números fazem parte do balanço da agropecuária de 2018 que serão apresentados, na próxima quinta-feira (20) às 8h30, durante 'Coletiva de Imprensa', na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), em Goiânia.

Entre os principais pontos a se comemorar também está o resultado da safra de grãos (2017/18) – segundo melhor da história no País – e avanços tecnológicos no campo, o que fez superar os desafios da alta do dólar à greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio. Na ocasião, o presidente da Faeg José Mário Schreiner apresentará toda essa força que também abre caminho para um ciclo com perspectivas positivas para 2018.

Fontes

Estarão disponíveis para entrevista o presidente da Faeg, José Mário Schreiner, além dos responsáveis pelos números da agropecuária apurados em todo o estado. Para aqueles que tiverem disponibilidade para ir até uma propriedade rural, poderemos sugerir personagens. Para quem não pode sair de Goiânia, uma alternativa para a produção é agendar entrevista com empresas que tenham produção própria de produtos rurais, comercializados na capital e que tiveram que contratar funcionários por conta do aumento da produção e venda.

 

Serviço: Coletiva de imprensa balanço da agropecuária

Confirme presença no e-amail: revana@faeg.com.br

 Data: Quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

 Horário: 8h

 Local: Sistema Faeg (Rua 87 nº 662, Setor Sul – próximo à Praça do Ratinho)

 Nayara Pereira – Chefe de imprensa – (62) 3096-2113

Revana Oliveira – Assessora de comunicação - (62) 3096-2128