Senar Goiás promove aperfeiçoamento de técnicos de campo

Júlio Mendonça começou a trabalhar como técnico de campo do Senar Mais, na área de pecuária de corte, em julho de 2018. Em menos de um ano ele já colhe as recompensas do esforço para melhorar a produção, a renda e a qualidade de vida do produtor rural, através da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG). 

“Quando você entra numa fazenda e propõe que vai melhorar de  5 a 10%, que vai aumentar a quantidade de gado no pasto, no começo, o dono até fica com o pé atrás. Mas quando vê o resultado positivo e ele diz que valeu a pena o voto de confiança no nosso trabalho, é muito gratificante. É incentivo para gente se preparar mais, se reciclar”. Descreve o técnico.

E para levar um trabalho com informações alinhadas,  o Senar Goiás está promovendo, até dezembro, uma reciclagem de cerca de 100 técnicos de campo. Nessa semana termina o primeiro módulo de 5 encontros com o tema: Manejo Intensivo de Pastagens e produção de Silagem de qualidade.

“Tem dois objetivos principais nesse treinamento. O primeiro é levar ATeG aos produtores com mais qualidade e o segundo é a capacitação continuada dos técnicos de campo para atingir essa assistência ao produtor com maestria”, destaca o gerente da ATeG, do Senar Goiás, Guilherme Bizinoto.

Os treinamentos acontecem em cinco cidades polos: Jussara, Rio Verde, Goiânia, Cabeceiras e Uruaçu. Os próximos temas serão: Nutrição, Gestão, Reprodução e Saúde Animal.

“A iniciativa do Senar Goiás é muito boa. Mostra a preocupação também com o técnico e isso é muito positivo. Gera mais segurança nessas áreas ministradas e é uma forma do técnico se munir de mais conhecimento para que o produtor tenha resultados melhores”, acredita Athos Bonifácio, um dos técnicos do Senar Mais Leite responsável pelo treinamento.

Comunicação Sistema Faeg Senar