Agro goiano é responsável por 39,6% do total de empregos gerados no agro brasileiro

De acordo com os dados do novo Caged, 15,6% dos empregos gerados em Goiás, no mês de abril/2022, são provenientes do agro. Com 77.047 admissões e 63.881 desligamentos, o resultado para abril foi de 13.166 novos postos de trabalho formal.

Para o agro, o número de admissões registrado foi de 7.650 e 5.586 desligamentos, saldo de 2.064.

No acumulado (jan-abr/22), o agro goiano foi responsável por 39,6% do total de empregos gerados no agro brasileiro. No Centro-Oeste, Goiás é destaque com o maior saldo de empregos gerados no agro (2.064 postos) para o mês. 

A nível municipal, no Estado de Goiás, Formosa foi o município que registrou o maior saldo dentro do agro, com 817 admissões e apenas 275 desligamentos, o saldo para abril foi de 542 novos postos, seguido por Morrinhos (+422 postos) e Rubiataba (+399 postos).

Comunicação Sistema Faeg/Ifag