Programa CNA Jovem realiza balanço da fase remota

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) apresentou, o primeiro balanço das atividades remotas da quarta edição do CNA Jovem, programa de desenvolvimento de novas lideranças. O programa registrou 3.742 jovens inscritos de acordo com os critérios do edital. Desse total, 53% são mulheres e 47% homens. Em relação à escolaridade, 45% possuem ensino superior completo, 14% têm o ensino técnico, 8,4% possui pós-graduação, 7,5% tem mestrado e 1% doutorado. Mais de 100 jovens de todo o estado de Goiás estão participando dessa edição.

As cinco áreas mais representadas são administração rural, bovinocultura de corte e de leite, extensão rural, consultoria rural e agroindústria. Esses jovens tiveram a oportunidade de aprofundar os conhecimentos sobre o setor agropecuário brasileiro e a atuação do Sistema CNA/Senar durante o módulo introdutório a distância. Segundo a coordenadora nacional do CNA Jovem, Fernanda Nonato, 1.400 jovens foram classificados para continuar no programa e, a partir de agora, participarão das oficinas digitais.

“É um grande propósito trabalhar para o desenvolvimento de jovens do nosso setor. A jornada começa de fato agora. Durante esta primeira oficina digital, que ocorrerá até outubro, eles serão orientados a identificar problemas relevantes e boas oportunidades que vão nortear a construção das soluções inovadoras para o agro brasileiro no futuro”, destacou.

A equipe do programa contará com o suporte de 10 tutores, especialistas em inovação e ex-participantes do CNA Jovem, para auxiliar os jovens na avaliação da consistência dos problemas identificados.

Assessoria de Comunicação CNA/SistemaFaegSenar