Prejuízo irreversível

Dirceu Borges    Superintendente do Senar Goiás, zootecnista

"O clima extremamente seco, com os fortes ventos, potencializa os incêndios e deixa rastro de destruição"

Os incêndios têm sido recorrentes nos últimos dias e causado sérios danos não somente para o meio ambiente, mas também ao setor produtivo rural e toda sociedade. Certamente as situações mais alarmantes estão localizadas nas zonas rurais do Estado, como na Região Sudoeste, exemplo das mais graves ocorrências.

O clima extremamente seco, com os fortes ventos, potencializa os incêndios e deixa rastro de destruição, acabando com áreas de pastagens, palhadas, canaviais, florestas e maquinários, e causando a morte de animais.

No ponto de vista econômico, os incêndios nas áreas agrícolas trazem inúmeros prejuízos: o solo perde nutrientes, a fina camada da superfície fica empobrecida, resultando na infertilidade do solo. Nos casos das palhadas, que têm funções como manter o solo protegido, fértil e úmido para as novas culturas, são anos de trabalho jogados fora, eliminando os nutrientes presentes neste solo, impactando diretamente na produtividade bem como no custo de produção. As usinas da região estimam um prejuízo milionário, uma vez que sua matéria-prima, a cana, foi devastada pelas queimadas.

Em relação aos aspectos ambientais, são diversas áreas de preservação permanente e reservas legais destruídas, além do impacto direto à fauna, com centenas de espécies mortas, intensificando o desequilíbrio ambiental, muitas vezes de forma irreversível.

Por fim, os impactos sociais e de saúde pública, pois as partículas menores formadas pela fumaça podem causar graves inflamações nas vias aéreas superiores acarretando diversas doenças respiratórias.

Com o intuito de minimizar os prejuízos, os produtores rurais vêm se organizando em grupos, dando um exemplo de união, arriscando as próprias vidas. Brigadas de incêndios, caminhões-pipas, tratores e até mesmo aviões agrícolas se unem para combater áreas em chamas. A comunicação feita em grupos de Whatsapp permite uma rápida mobilização em áreas afetadas, evitando a propagação do fogo.

A eficácia das técnicas de combate depende das condições naturais em consonância com medidas preventivas. O Sistema Faeg/Senar e Sindicatos Rurais promovem capacitação e orientação de combate a incêndios, firmando parcerias com o setor público, como os bombeiros, e colaborando com a Polícia Civil nas investigações de queimadas criminosas, punindo os responsáveis e colocando atrás das grades esses bandidos que estão destruindo o nosso amanhã.