Exportação do milho ganha velocidade em junho, ainda que de forma modesta

De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Economia, em junho deste ano Goiás embarcou o total de 6.363,74 toneladas de milho, no acumulado de abril e maio o volume foi algo em torno de 383,62 toneladas. O atraso na colheita é um dos motivadores deste cenário, visto que a colheita do milho safrinha ainda não proporcionou uma maior disponibilidade do grão para o escoamento. A título de comparação, foi exportado 70.363,94 toneladas só em junho do ano passado. Outro elemento que contribuiu para a circunstância atual, é o expressivo volume embarcado de soja, que utilizou grande parte da capacidade operacional dos portos no escoamento do grão. Sendo impraticável a distribuição ao mesmo tempo de volumes tão consideráveis, de produtos distintos, expondo mais uma vez a nossa deficiência logística.  


A nível nacional, o milho em grão exportado somou pouco mais de 1,19 milhão de toneladas em junho/2019, valor extremamente superior às 347.471,39 toneladas embarcadas em junho deste ano, tais valores evidenciam os fatores que explicam os resultados de junho deste ano.