Agropecuária goiana registra saldo positivo na geração de empregos no mês de maio

De acordo com relatório do Novo CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado pelo Ministério da Economia, a agropecuária goiana contribuiu para evitar um saldo negativo ainda maior na geração de emprego no estado. Somado ao setor industrial e de construção, o setor produtivo rural registrou saldo positivo no balanço entre demissões e admissões. Já o setor de serviços registrou um saldo negativo. 


No cenário nacional, o Novo CAGED o setor agropecuário foi responsável por 15.993 novos postos de trabalho, se consolidando como o único setor a registrar saldo positivo para o mês de maio. Embora o saldo geral de empregos para o mês tenha registrado variação negativa, o agro se destacou pela excelente performance dentre os demais setores, contribuindo para a manutenção dos empregos no país.  No acumulado, o setor contribuiu até o momento com 25.430 novas vagas. Segundo Bruno Dalcolmo, secretário de Trabalho, a agricultura tem demonstrado “desempenho impressionante ao longo do ano”.

Comunicação Sistema Faeg