Plataforma Apporteira: praticidade e descontos na palma da mão

Para entender a importância do marketplace para a vida do produtor é preciso primeiro saber o que é esse mercado. É um modelo de negócio que surgiu no Brasil em 2012, uma espécie de shopping center virtual. É considerado vantajoso para o consumidor, já que reúne diversas marcas e lojas em um só lugar, facilita a procura pelo melhor produto e melhor preço, oferecidos por estabelecimentos parceiros. Outra tendência é a segmentação desses aplicativos que reúnem uma gama de empresas específicas para um determinado setor da economia. Um exemplo é o aplicativo Apporteira, que chegou ao mercado em 2020 e após alguns ajustes foi lançado, oficialmente, em outubro no comércio via internet. 

A ideia, segundo os diretores do aplicativo, é desenvolver um crescimento qualitativo das ferramentas que são disponibilizadas. O diretor de negócios da Plataforma, Filipe Costa, explica que o diferencial está na concepção do sistema em relação a outras plataformas de marketplace. “O Apporteira nasceu dentro da propriedade, observando a necessidade do produtor, suas deficiências no uso da tecnologia e atendendo as particularidades necessárias, para que se tornasse um bom negócio, principalmente para os produtores de pequena e média propriedade”, afirma.

Lucas Portilho Prado é um exemplo do quanto a plataforma pode mudar a relação do produtor rural com a tecnologia. Ele atua na área de pecuária em Pires do Rio. Conheceu o aplicativo em uma feira do agronegócio em Minas Gerais. A primeira compra utilizando o aplicativo ocorreu há alguns meses. “ A vantagem de comprar pelo aplicativo foi encontrar um produto que estava em falta no mercado. Os preços praticados são bem melhores do que eu estava acostumado a comprar. O que me surpreendeu foi a pontualidade na entrega e a confiança na plataforma. Confesso que sempre fui meio desconfiado com esse negócio de compra on-line, mas por ser uma empresa confiável dá a segurança que aquilo que nós compramos vai ser entregue”, comemora Lucas. 

O produtor conta que conseguiu economizar 15% na compra de arame liso para a propriedade. Outro diferencial do marketplace está na condição especial que muitas empresas encontram de garantir descontos com campanhas voltadas apenas para os clientes on-line, a velha lei da oferta e procura. Uma das empresas que apostou na plataforma é a Monsanto Agronegócios, com 30 anos de experiência no mercado agropecuário, trabalhando com produtos de marca própria na área de gestão da pecuária. “Buscamos acompanhar o desenvolvimento tecnológico de tal forma a atender os pecuaristas na palma da mão. No primeiro mês colocamos um desconto de 10% em qualquer produto adquirido na plataforma. Acreditamos que com a comercialização via Apporteira poderemos atingir um público bem maior em todo território nacional”, conclui Luiz Tavares, Ceo Montsanto Agronegócios.

Outro pilar importante para uma boa comercialização está na entrega dos produtos em todos as regiões do país. Com quase 70 anos no mercado, a Martins Atacadista é a responsável por esse trabalho. “É um negócio extremamente importante para a empresa, pois a parceria veio ao encontro com a estratégia do Grupo para os próximos anos. O digital tem sido uma das grandes alavancas de vendas, estamos há quase 20 com a plataforma digital. Avançamos muito nos três anos na área do marketplace. O Apporteira permite estar mais próximo do nosso cliente, seja revenda ou produtor rural. Um projeto que entendemos que é muito sério, com envolvimento dos sindicatos rurais, as federações da agricultura, isso nos dá bastante credibilidade com apoio de toda essa cadeia de produção”, Flávio Tannus Moreira, diretor de negócios, Grupo Martins. 

Prestação de serviço

Outro serviço oferecido pela plataforma é a disponibilização aos produtores rurais de um botão de pânico, no momento em que o produtor se sentir ameaçado, ou em risco iminente, ele vai ter condições de acionar a Polícia Militar mesmo que a propriedades não seja cadastrada. “O Batalhão Rural tem usado muito a tecnologia para facilitar as suas ações. Esse serviço, parceria com a Faeg e a plataforma, é uma tentativa de modelo piloto e se der certo, vamos dar um salto de qualidade ao atendimento ao produtor rural”, confirma tenente coronel PM André Luiz de Carvalho, comandante do Batalhão de Polícia Militar Rural.

O Sistema Faeg Senar Ifag é parceiro do projeto e apostou na possibilidade de assistir melhor os produtores rurais do Estado, pois treinamentos, portfólio de cursos do Senar, portal da transparência e cotações dos produtos agropecuários estão disponíveis na plataforma. Para o vice-presidente institucional da Faeg, Ailton José Vilela, o objetivo é seguir apoiando os sindicatos, que são braços fortes da federação, para que cada dia mais produtores possam ter acesso aos recursos da plataforma. “Tanto por meio virtual ou presencial, conforme a necessidade de cada um, a Faeg promove treinamentos e assistência direta com o colaborador específico, proporcionando atenção individualizada a todos os sindicatos que também contam com essa assistência direta”, explica Ailton.

Saiba mais sobre o Apporteira: http://apporteira.com.br/

Comunicação Sistema Faeg/Senar