Crescimento de 18% do setor agropecuário garante resultado positivo no PIB goiano

Em publicação realizada pelo Instituto Mauro Borges (IMB) , é estimado um crescimento de 3,4% no Produto Interno Bruto – PIB Goiano no primeiro trimestre de 2020 comparando com o mesmo período do ano anterior. A variação positiva é proveniente em sua grande parte sobre o crescimento da Agropecuária, que em análise sobre o mesmo período apresentou aumento de 18%, enquanto Serviços registrou variação positiva de 0,2% e a Indústria obteve queda de -0,2%. A nível Brasil, tendo como base a mesma série temporal, o PIB registrou queda de -0,3 e o setor da Agropecuária expansão de 1,9%.

O excelente resultado da Agropecuária no 1º trimestre deste ano se fundamenta principalmente na cultura da soja, que devido à sua sazonalidade têm grande peso na composição do indicador deste trimestre. As estimativas mais atualizadas referentes à produção agrícola para o ano de 2020, mostram recuperação na produção e produtividade da soja, em contraste com o ano anterior, alcançando taxas de 16,1% e 10,7%, respectivamente. A atividade sofreu atraso no plantio devido a falta de chuvas em 2019, porém, o clima favoreceu o desenvolvimento e a colheita da produção. Além disso, a cana-de-açúcar apresentou aumento da produção e produtividade, sendo uma cultura importante para a economia goiana.

Cabe ressaltar em nota que a Agropecuária vem sendo o pilar na balança comercial brasileira devido aos seus significativos resultados nas exportações, sustentando o superávit brasileiro. Isso demonstra a resiliência do setor face à pandemia, garantindo o crescimento do PIB goiano no 1 trimestre deste ano.

Fonte:IFAG

Imagem: Divulgação

Comunicação Sistema Faeg/Senar