Mesmo com queda na agropecuária, PIB Goiano cresce 4,4% no segundo trimestre de 2021

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Mauro Borges (IMB), o Produto Interno Bruto (PIB) de Goiás para o segundo trimestre do ano de 2021, apresentou crescimento de 4,4% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Tamanho crescimento tem como causa o bom desempenho do setor de serviços e o industrial, que avançou 8% e 0,7%, respectivamente.

No mesmo período, a agropecuária de Goiás consolidou uma redução de 2,1%, que se justifica em maior parte, pela quebra de safra na produção do milho (-21,1%) e pela redução de área plantada da cana-de-açúcar, que implicou diretamente na perda de produtividade.

Ainda que o setor tenha registrado variação negativa (2º TRI/2021 -2,1%), esta foi menor que o primeiro trimestre do ano (1º TRI/2021 -5%) - cujo principal fundamento tenha sido devido à ausência de chuvas, motivado principalmente pelo crescimento da produção de arroz, feijão e mandioca, além de produtos da pecuária, conforme indica o IMB. A pecuária foi o grande destaque com um incremento, segundo trimestre de 2021, no abate de bovinos (11,6%), suínos (17,6%) e aves (29,5%), comparados com o mesmo trimestre de 2020.

Fonte: Ifag

Comunicação Sistema Faeg/Senar