Conab reduz estimativa de produção de culturas de 2ª safra

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou na manhã desta quinta-feira (9), o 12º levantamento da safra 2020/21. Este é o ultimo levantamento de estimativa desta safra, no próximo mês a estimativa já trará prognósticos da safra 2021/22.

Neste levantamento a Conab realizou cortes consideráveis na produção de sorgo, girassol e feijão 3ª safra. Com exceção deste último, que é uma atividade produtiva irrigada, tal redução é reflexo da falta da chuva nas regiões produtoras no desenvolvimento destas culturas, assim como ocorreu com o milho safrinha.

Tanto sorgo quanto o girassol são atividades cultivadas após a colheita da soja, ou seja, são culturas de segunda safra, assim sofreram fortemente o impacto da estiagem no seu desenvolvimento.

 No cenário nacional, a redução na produção de sorgo foi de 9,6% e para girassol de 14,2%, quando comparado com a estimativa passada. Já nos números da produção goiana, a quebra foi de 18,6% e 16,7%, respectivamente.

Já no caso do feijão 3ª safra, a queda na produção tem como justificativa a redução da área plantada, principalmente em Goiás. Muitos produtores goianos preferiram direcionar sua área irrigada para outras culturas.

 Por fim, vale citar também que a Conab reduziu pela 5ª vez consecutiva a estimativa de produção de milho safrinha no Brasil e em Goiás. Agora a safra nacional esta estimada em 59,4 milhões de toneladas e a goiana 6,8 milhões de toneladas.

Comunicação Sistema Faeg Ifag