Senar Goiás lança Programa de Pecuária de Precisão

Proposta é integrar treinamentos já existentes no portfólio da instituição em um programa  específico, atendendo o pecuarista em todos os pilares de conhecimento

Sempre atento ao uso de tecnologia para melhoria do rebanho e aumento da rentabilidade no campo, o pecuarista Antônio Flávio Camilo aderiu aos recursos de automatização há mais de 20 anos, começando com a balança para pesar o gado. “Antes eu ficava sabendo o peso do meu animal no ato da venda e ainda tinha que confiar nos dados da balança do comprador. Percebi que aquilo não era lucrativo e eu nem tinha uma referência de valor, porque era mensurado na base do achismo”, relembra.

Ele diz que foi, aos poucos, implementando outros processos de precisão na propriedade. “ Na sequência adotamos o rastreamento de animais para monitorar com eficiência a matriz mais produtiva, identificar o desempenho dos bezerros e também adquirimos um GPS para minimizar os erros no manejo do pasto e pulverizar a lavoura específica para a alimentação do rebanho. Observei que a alimentação do animal, sem a correção do GPS na pulverização, permitia a sub-aplicação do produto ou uma sobreposição desnecessária, não planejada. Um desperdício cotado em dólar que estava onerando meu negócio”, analisa. 

Para auxiliar o produtor goiano a trilhar os mesmos caminhos de Antônio Flávio, o Senar Goiás lançou agora, em janeiro, o Programa de Pecuária de Precisão. O objetivo é incentivar o produtor a participar de treinamentos específicos sobre gestão administrativa, manejo de pastagem, bovinocultura de corte, inseminação artificial e melhoramento genético, semiconfinamento e confinamento para melhorar o rendimento da carcaça. “A proposta é integrar treinamentos já existentes no portfólio do Senar Goiás em um programa específico, atendendo o pecuarista em todos os pilares de conhecimento que vão da boa gestão ao uso de novas tecnologias de inovação, auxiliando na tomada de decisão”, explica o instrutor do Senar Goiás, Fernando Augusto Ferreira da Silva. 

Os treinamentos são realizados em módulos, iniciando pela gestão administrativa, com foco em conceitos e objetivos da administração rural, níveis de gerenciais, planejamento do sistema de exploração e tomada de decisão, inventário e patrimônio da empresa rural, gestão de pessoas, programa 5S e concepções do planejamento estratégico em RH. A porta e acesso será o Sindicato Rural do município, braço do Senar Goiás na promoção dos cursos e treinamentos em todo estado. “A metodologia de assistência técnica do Senar Goiás mostra ao produtor a importância do planejamento, incentivando-o a tomar nota de informações desde recursos e despesas, bem como questões zootécnicas para, assim, ter diretriz do negócio e possíveis investimentos”, relata Carlos Eduardo, engenheiro agrônomo e assessor técnico do Senar Goiás.

Imagem: Fredox Carvalho

comunicação Sistema Faeg/Senar