A pedido do presidente da Faeg, Mapa prorroga Reserva de Abate

O Ministério de Agricultura e Pecuária do Brasil (MAPA), a pedido do presidente do Sistema Faeg/Senar/Ifag e deputado federal Zé Mário Schreiner, prorroga a "Reserva de Abate" por mais 30 dias. Produtores que haviam feito a solicitação em maio de 2021 e  com vencimento em 16/09/2021, podem ficar tranquilos. 

O caso atípico de vaca louca, ocorrido no início do mês de setembro, levou a China interromper as compras da carne bovina brasileira até o completo esclarecimento do fato. Isso para evitar qualquer possibilidade de contaminação através de exportação. Devido a isso muitos produtores não tiveram como abater os animais postergando o período que ultrapassou o prazo estabelecido pelo MAPA (16/09/2021).

A denominada “Reserva de Abate” consiste em manter animais sem a realização da vacinação contra a Febre Aftosa, porém, declarados junto à Agrodefesa, os quais deverão ser abatidos em até 90 dias pós-etapa. Assim, o produtor que optar pela reserva deve estar atento aos prazos legais para a declaração de rebanho e vacinação e ao término do prazo desse encaminhamento dos animais ao abate em estabelecimento sob inspeção oficial (SIM, SIE e SIF).

Imagem: divulgação

Comunicação Sistema Faeg/Senar/Ifag