Plantio da safra de soja 2021/22 chega a 4% no Brasil, aponta boletim do Ifag

Os preços negociados para a soja encerram com quedas na Bolsa de Mercadorias e Futuros de Chicago (Cbot). Ainda com a ressaca dos números trazidos pelo USDA com os estoques acima do esperado, além do bom andamento da colheita americana.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) apresentou o relatório de inspeções para exportação, atualizado até a última quinta-feira (30) foram enviadas 844,48 mil toneladas de soja, um aumento de 74% em relação à última semana. A China foi o principal país de destino das exportações, com 42% do total. Os valores acumulados já chegam a 7,08 milhões de toneladas.

De acordo com o levantamento realizado pela AgRural, o plantio da safra 2021/22 chegou a 4% da área estimada no Brasil, dados atualizados até na última quinta-feira (31). O avanço foi de 1% em relação ao levantamento da semana anterior e de 2% em relação à safra anterior.

As semeaduras evoluíram principalmente nos estados do Paraná e Mato Grosso, que com algumas pancadas de chuva favoreceram os trabalhos. Entretanto, há falta de bons volumes nos mapas de previsão, limitando o avanço do plantio em Mato-Grosso, e nos estados do Centro-Oeste e Sudeste.

Para acompanhar outros boletins de mercado acesse: http://ifag.org.br/

Comunicação Sistema Faeg/Senar/Ifag