Tecnologia: Expopec vai transformar pecuária goiana

Abertura expotec Larissa Melo 49Rodolfo Cardoso

Os pecuaristas goianos se preparam para o melhor. Tudo porque além do excelente desempenho da atividade, a classe vai contar, a partir do próximo ano, com a Exposição das Tecnologias Voltadas ao Desenvolvimento da Pecuária (Expopec). O objetivo do evento é levar à produtores rurais e profissionais da área, além de estudantes, interessados do setor e a sociedade como um todo, o que há de mais novo em termos de tecnologias que podem ser aplicadas no desenvolvimento da pecuária. O lançamento da iniciativa aconteceu na última quinta-feira (27), durante a abertura oficial do maior evento pecuário da região norte de Goiás, a Exposição Agropecuária de Porangatu (Exponorte), em Porangatu, que está na sua 44ª edição. 

Realizado pela Faeg em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), Instituto Inovar e Sindicato Rural de Porangatu, a Expopec deve fortalecer ainda mais a região a partir de 2016 e tornar o norte do estado um polo de espaço para apresentação, discussão e divulgação de tecnologias relacionadas a questões de genética, reprodução, maquinários, manejo e alimentação animal. A intenção é consolidar o evento como foi feito com a Tecnoshow, em Rio Verde, a Tecnoleite, em Morrinhos e a Tecnocana, em Goiatuba.

Abertura expotec Larissa Melo 80

Nesta quinta-feira (27), o evento de abertura da Exponorte, realizado pelo Sindicato Rural da Porangatu, contou com a presença de diversas autoridades municipais, estaduais, e classistas. Entre elas o governador Marconi Perillo e o presidente da Faeg, José Mário Schreiner. “Eu sempre tenho dito: Porangatu não é diferente de Goiás e do Brasil. Hoje nós temos dois Brasis, um que dá certo – o da agricultura, que tem ajudado no Produto Interno Bruto (PIB) e gerado saldo positivo e vagas de emprego, e um outro que nos decepciona quando abrimos as páginas dos jornais, assistimos televisão. Diante dessa diferenciação, eu não tenho dúvida nenhuma que o agro vai salvar o Brasil. Eu acredito nesse país! É muito bom e gratificante para nós vir aqui fazer essa realização. É o que a gente tem de melhor: a pecuária, com o bezerro de qualidade e muita produção de leite”.

De olho na pecuária

Schreiner, que também é presidente do Conselho Administrativo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), fez questão de destacar o momento que a pecuária de corte vive atualmente. “Em alguns momentos ela ultrapassa o primeiro produto da pauta de exportações no Brasil. Nós temos um dos maiores rebanhos bovinos do mundo, somos grandes exportadores e temos uma cadeia muito bem organizada. Precisamos discutir isso tudo e fazer com que a Expopec se torne uma referência na atividade”. Ele também enfatizou a dificuldade que o produtor tem para conseguir acesso aos créditos financeiros. “Estamos fazendo de tudo para conseguir esses benefícios para a classe. Tenho ido bastante em Brasília, onde me reúno com ministros e apresento constantemente todos estes gargalos”. 

Abertura expotec Larissa Melo 95

O governador Marconi Perillo também enfatizou a importância da Expopec para a pecuária e região, e aproveitou para falar que o setor tem segurado a economia. “Enquanto outros setores sofrem com os cortes e as recessões, o agronegócio vem se fortalecendo e investindo”, disse, já aproveitando para parabenizar o trabalho dos pecuaristas goianos.

O pecuarista porangatuense Frederico Astecca, que também esteve presente no lançamento da Expopec, parabenizou a Faeg pela iniciativa e explicou o grande crescimento do norte goiano no setor agropecuário. Ele justificou dizendo que a região, antes sem muito reconhecimento pelo fato da pouca produtividade econômica que tinha, tem se mostrado cada vez mais importante e vem contribuindo muito para o crescimento do Estado. De acordo com o pecuarista, os bons preços das terras no norte, que para ele são mais atrativos que os do sul, é um dos fatores que atraem produtores para a região. “O preço alto das terras nas regiões sul tem fortalecido a nossa atividade, aqui no norte. Agora, com a Expopec, fica ainda melhor; vai ser um marco na região, onde vamos difundir a nível de Brasil, as tecnologias para o setor”. 

Destaque para o Norte

Desde o dia 21 o público da Exponorte tem acompanhado diversas atrações que vão desde exposição de animais e julgamento de touros, a estandes técnicos agropecuários. A festa, que a cada dia tem se fortalecido mais no cenário pecuário – recebendo inclusive o circuito das Raças Zebuína, Nelore e Tabapuã, segue até 30 de agosto. Diversas atrações e atividades integram os dias de realização do evento. São torneios leiteiros, leilões de animais, pesagem e ultrassom, até dias de campo, shows e feiras.

Abertura expotec Larissa Melo 99

Senar apresenta cursos à comunidade

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás) esteve presente na Exponorte com seu estande, onde apresentou um pouco dos cursos oferecidos a produtores e a população local. De acordo com o instrutor, Manoel Fildra, um dos expositores, há uma grande procura pelo curso, sobretudo de pessoas que não são ligadas à agricultura e, segundo ele, isso acontece pela qualidade dos cursos ofertados pelo Senar.