Preços da arroba do boi gordo e da vaca registram altas de 3,46% e 3,60%, aponta IFAG

Segundo o levantamento do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (IFAG), os preços da arroba do boi gordo e da vaca registraram valorizações de 3,46% e 3,60%, respectivamente. Nesta semana, a média das cotações estão ao redor de R$279,09 e R$268,23 para boi e vaca gorda.

No estado, a média de dias das escalas de abate em Goiás nessa semana foi de 4,7 dias, ou seja, a ainda curta apesar do leve aumento em relação à semana passada que estava em 5 dias úteis. "O mercado está comprador com oferta de preços cada vez maiores pela arroba, uma vez que existem poucos pecuaristas nas praças dispostos a comercializar", destacou.

Atualmente, os preços para o nelore macho  de 13 a 24 anos estão precificados ao redor de R$ 3.093,91 por cabeça, enquanto a Nelore fêmea de 13 a 24 anos está em torno de R$ 2.512,73 por cabeça. "As categorias do mercado de reposição também sofreram aumento, refletindo o fenômeno de retenção de matrizes em 2019 e da baixa oferta de bovinos em geral", informou o instituto.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o pecuarista da região de Goiânia/GO, Renato Esperidião, destaca que os pequenos e médios frigoríficos estão determinando os preços da arroba no estado de Goiás. "A questão de preço era determinada por indústrias de porte grande e os pequenos se adaptavam, mas agora o cenário é inverso, os frigoríficos estão buscando preencher as escalas de abate e pagando muito mais que as indústrias maiores", aponta.

Fonte: Notícias Agrícolas

Comunicação Sistema Faeg/Senar