Aumento de 7% na produção mundial de milho

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou nesta sexta-feira, 10 de setembro de 2021, o relatório de Estimativas de Oferta e Demanda Mundial (WASDE sigla em inglês), no qual apresentou alguns aumentos de produção para a safra 2021/22 em relação à safra passada. 

A expectativa de  produção mundial de milho foi elevada em 7% em relação ao ano passado, ficando em 1,19 bilhões de toneladas, e somente 1% em relação ao relatório do mês passado. Já os Estados Unidos tiveram um aumento de 6% na produção para a safra 2021/22, e 1,7% na produção do mês passado, alcançando 380,93 milhões de toneladas. No Brasil a estimativa de produção permaneceu seus valores em 118 milhões de toneladas, sendo que a melhora do clima foi uma das principais razões para esse salto de produção. A Argentina cresceu sua produção em 3,9%, saindo de 51 milhões de toneladas e chegando a 53 milhões de toneladas.

A produção de soja teve algumas alterações, para valores mundiais, o aumento em relação ao mês passado foi apenas de 0,2% abaixo do que era esperado pelos traders. Dentre os países que mais produzem a oleaginosa, o Estados Unidos foi o que teve um aumento de sua produção, resultando em 119,04 milhões de toneladas, aumento de 0,8%. Já a expectativa para o Brasil, China e Argentina foi de produção equivalente ao relatório passado.

Comunicação Sistema FAEG/Ifag