Plataforma digital multiuso Apporteira é aposta da Faeg na difusão de inovação junto aos produtores rurais

De forma inédita, a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) viabilizará ao homem do campo uma plataforma única com diversidade de oportunidades e benefícios: a Apporteira. Ela chega, em Goiás, por meio dos Sindicatos Rurais de Rio Verde, Jataí e Itarumã e agrega recursos voltados ao setor do agronegócio, de forma a disponibilizar informações, conteúdos e serviços, auxiliando o produtor na tomada de decisão de forma rápida e segura. 

O presidente do Sistema Faeg Senar, deputado federal José Mário Schreiner, evidencia que a plataforma integra boa parte do trabalho em prol do produtor e impulsiona a tecnologia utilizada no campo. “A plataforma proporcionará integração nos serviços voltados às áreas comerciais, capacitações, segurança e eventos ligados aos Sindicatos e à Federação, utilizados pelo produtor rural”, explica. 

Para o representante da implantação e lançamento da plataforma, vice-presidente da Faeg, Eduardo Veras, a Apporteira facilitará o acesso a vantagens voltadas aos produtores rurais e Sindicatos. “Sempre nos preocupamos pela melhoria das relações e prestações de serviços aos produtores. Sair à frente na implantação da maior e mais robusta plataforma focada no produtor rural vem ao encontro do objetivo principal da Faeg, que é gerar valor a esse protagonista do agronegócio que é o produtor rural”, destaca.

O diretor de negócios da Apporteira e da Interação Agro, Filipe Costa, explica que a plataforma é única e contém todas as funcionalidades necessárias no cotidiano do produtor. “Com a credibilidade do Sindicato Rural de cada região, o produtor evita ter vários aplicativos e poderá utilizar vários produtos em um só lugar, porque o produto Apporteira é soberano e filtra todos os conteúdos e informações incluídas”, informa.

Diferenciação

Após o conhecimento da plataforma, a equipe da Apporteira foi convidada a participar de uma reunião, em Mineiros, com a presença do vice-presidente da Faeg, Eduardo Veras, e de representantes de Sindicatos para esclarecimentos sobre as funcionalidades e a aplicabilidade. A equipe da plataforma também foi recebida na sede da Federação e a evolução dessa parceria foi se concretizando de forma definitiva. “A Faeg se tornou a Federação pioneira ao levar para todo o Estado os benefícios da plataforma Apporteira”, frisa o vice-presidente.

Idealizada por um grupo de Sindicatos Rurais, liderado pelo presidente do Sindicato Rural de Uberlândia, Gustavo Galassi, a plataforma protege o produtor rural em relação à segurança no campo, conecta e movimenta a relação do Sindicato Rural com o associado, além de abrir caminhos para bons negócios e proporcionar praticidade de resolução no ambiente digital. 

O vice-presidente institucional da Faeg, Ailton José Vilela, diz que a plataforma será disponibilizada a todos os sindicatos conveniados e com a parceria firmada com a Faeg, terá módulos exclusivos para levar aos produtores serviços e conteúdos próprios, tendo na Apporteira um canal centralizado, otimizando e facilitando o acesso. “O primeiro é voltado à segurança no campo disponibilizando canais para ligações com órgãos de segurança pública e privados; canais de ligação com fornecedores de energia e outras demandas”, explica o vice-presidente. Ele ainda ressalta que, dentro do parâmetro segurança, haverá link direto ao Corpo de Bombeiros em casos de acidentes e incêndios. “Também está centrado na qualidade e agilidade das informações, desde análises de clima, cotações de centenas de produtos regionais e mundiais, até análises de mercados, conteúdos jurídicos e informações sobre negócios”, reforça.

“O diferencial da Apporteira é que somente informações com fontes de total credibilidade serão enviadas aos associados e produtores. Os serviços oferecidos pelos Sindicatos e a Federação terão na plataforma um canal facilitador, no qual desde uma nota fiscal até a solicitação de um serviço veterinário poderá ser gerado ali mesmo, dando maior assertividade e agilidade no dia a dia do produtor rural”, sinaliza Ailton Vilela.

De acordo com ele, serão disponibilizados aos produtores diversos modelos de negócios, todos com fornecedores cadastrados e com uma criteriosa análise de participação. “Haverá classificados, vendas de insumos diretos e indiretos, grupos de compras e vendas. Tudo seguindo as particularidades de cada região. A rede construída digitalmente pela Apporteira permitirá que produtores de vários lugares do País colaborem entre si no acesso e melhores condições em compras e vendas”, ressalta. 

Ele explica que a plataforma estará disponível a qualquer produtor rural, que deverá se cadastrar a algum dos Sindicatos conveniados para ter acesso. "Contudo, algumas possibilidades e benefícios serão de uso exclusivo para associados ativos, já que existem em alguns módulos a necessidade de controle também do Sindicato”, pontua. Ele ressalta, também, que as vantagens serão tantas que ao se tornar associado do Sindicato Rural, a plataforma será um ótimo benefício para o produtor rural. 

Ao proporcionar avanço no campo e desenvolvimento da tecnologia, a Faeg traz agilidade e credibilidade nas interações, democratiza o acesso às informações, gera valor e segurança a todo produtor independente da cultura que o predomina, conforme explica Ailton. “Sendo um canal robusto, sem nenhuma interferência comercial ou nichos, todo e qualquer benefício desenvolvido para o produtor será incluído na plataforma que é o portal definitivo do produtor rural e sua entrada será sempre bem-vinda", diz.

Impulso ao setor

Com sete anos de atividade na área leiteira, a produtora rural associada ao Sindicato Rural de Rio Verde, Fabíola Magalhães, se encaixa nesse perfil beneficiado. Ela produz, diariamente, 5.200 litros de leite e está atenta às novidades e tecnologias, buscando sempre se atualizar para melhorar a atividade. A produtora tem encontrado na utilização de aplicativos para celular uma forma de melhorar a produtividade do rebanho. Atualmente, utiliza dois aplicativos para gerir seu negócio e sente uma necessidade de estar cada vez mais conectada no campo. “A tecnologia no agronegócio já começa a mudar os resultados das safras e do rebanho, aumentando a produtividade e reduzindo perdas no campo, por isso acho fundamental que todos comecem a entender o significado de estar sempre antenado com os novos processos digitais”, comenta. 

As tecnologias físicas, digitais e biológicas têm ressignificado a forma de realizar negócios, bem como a interação com o outro e a produção. Diante deste cenário, Fabíola já imaginava que os recursos seriam rapidamente incorporados ao agronegócio. “A Apporteira é mais uma ferramenta para auxiliar o produtor e creio que será uma medida muito importante para os negócios, principalmente na área de segurança, por ser um gargalo enorme do setor”, avalia. Ainda segundo ela, a plataforma será essencial na área de informações verdadeiras. “Vivemos em uma era de fake news, por este motivo, estou ansiosa para a implantação da Apporteira para que eu possa desfrutar de mais essa tecnologia que veio para melhorar o relacionamento dos associados com os Sindicatos Rurais”, sinaliza.

À frente do Sindicato Rural de Uberlândia como presidente, Gustavo Galassi sugere que a adesão à plataforma Apporteira é muito positiva. “O produtor rural está ciente que precisa buscar tecnologias que tenham maior ganho em produtividade seja na pecuária ou na agricultura. A Apporteira veio em um momento propício para dar um impulso nessa nova fase do agronegócio brasileiro”, destaca.

Além disso, segundo ele, as informações que o produtor insere na plataforma são protegidas por criptografia de altíssima tecnologia, pela qual os dados patrimoniais não são visualizados pelo Sindicato e nem pelos desenvolvedores da plataforma. As intervenções em negócios e serviços utilizam somente as informações autorizadas pelo próprio usuário. 

O presidente do Núcleo dos Sindicatos Rurais do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba e presidente do Sindicato Rural de Monte Alegre, Ronaldo de Matos Oliveira, enfatiza que a expectativa é excelente e a plataforma concretiza uma ideia na qual todos os Sindicatos, independente de localização, podem oferecer aos associados e produtores a mais atraente tecnologia em informações, serviços e negócios. “É uma série de benefícios, entre eles informações, oportunidades de negócios diferenciados, grupos de compras e vendas, ofertas específicas, análise de mercado, serviços diversos e muitas facilidades para o homem do campo,” disse. Além disso, segundo o presidente, haverá maior proximidade entre o produtor rural e o Sindicato, fortalecendo a estrutura que o representa.

Lançamento da plataforma

O lançamento da plataforma seria realizado durante a Tecnoshow Comigo, uma das maiores feiras de tecnologia rural, que seria realizada de 30 de março a 3 de abril, em Rio Verde. Devido ao contexto que envolve a questão do novo coronavírus (Covid-19), o lançamento aguarda por nova data que será divulgada nos canais de comunicação do Sistema Faeg Senar. No entanto, quem deseja conhecer mais sobre a plataforma pode acessar o endereço http://www.apporteira.com.br

Funções

Disponibilizada gratuitamente aos associados e produtores rurais através de um Sindicato Rural, a ferramenta apresenta, no total, 12 funcionalidades: 

- Ligação direta com órgãos públicos e privados de segurança;

- Canal com fornecedores de energia elétrica;

- Contato com prevenção e combate a incêndio;

- Serviços digitais fornecidos ou facilitados pelos Sindicatos Rurais como notas fiscais, Guia de Trânsito Animal (GTA);

- Serviços específicos de cada Sindicato, como extrato de Imposto Territorial Rural (ITR);

- Canal de mensagens diretamente ao produtor associado por nível e perfil de interesse;

- Informações com rastreabilidade sobre o ramo de atividade;

- Cotações atualizadas de milhares de produtos e regiões, além de bolsas e mercado financeiro;

- Vendas de classificados com credibilidade e condições especiais, 

- Vendas de produtos e-commerce direto ao produtor, 

- Formação de grupos de compras digitais;

- Acesso a fomentos financeiros e financiamentos especiais.


Especial Revista Campo

Comunicação Sistema Faeg/Senar