Senar Goiás realiza dia de campo para orientar produtor em meio à crise do preço do leite

"Em 2018 se gastava 25 litros de leite para comprar um saco de milho de 60kg. Hoje, para adquirir a mesma saca, gasta-se 42 litros do produto. Isso, somente nesse insumo muito importante para atividade”. A comparação é feita pelo gerente de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar Goiás, Guilherme Bizinoto.

Com a desvalorização do produto para o pecuarista e sem queda significativa para o consumidor final, o mercado para o produtor de leite exige muita minúcia e conhecimento para que ele se mantenha na atividade.

No início deste mês, houve mais uma queda no preço para o produtor, que geralmente se via só em janeiro, com aumento das pastagens por causa da chuva e consecutivamente da produção de leite.

De acordo com o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), além dessa baixa de preços, os custos de produção aumentaram em mais de 40% nos últimos 12 meses. A alimentação, por exemplo, que representa pelo menos 50% desses gastos, subiu quase 70%.

Diante desse cenário, o Senar Goiás que já desempenha um papel importante principalmente, levando a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) para a pecuária de leite, além de outros cursos para a área, realiza um dia de campo no neste sábado (20/11). O objetivo é ajudar os pecuaristas a superar os atuais desafios.

O evento acontece na Fazenda Aborrecido, no município de São Miguel do Passa Quatro. O produtor Éder Mariano de Aleluia é Assistido pelo Senar Goiás. Com pouquíssimo investimento e seguindo as recomendações do técnico de campo, Rodrigo de Paula, ele conseguiu prosperar na pecuária de leite. ”Aqui não tem muita sofisticação. É o dever de casa feito direito. O gado precisa ter sombra, pode ser de árvores mesmo, água boa e alimentação adequada. Assim vamos adaptando a nossa realidade. O Senar Goiás me ajudou 101%. Se não fosse ele, eu acho que não continuaria na atividade. É difícil demais, mas se trabalhar direito dá certo”, conta Éder.

As inscrições são de graça e podem ser feitas no: https://eventos.sistemafaeg.org.br/ ou no local do evento.

Conheça outros programas e cursos do Senar voltados para a pecuária de leite 









Para outras qualificações gratuitas acesse: https://sistemafaeg.com.br/senar/cursos-e-treinamentos ou procure o Sindicato Rural da sua região.

O Senar Goiás leva conhecimento, aumento de produção e renda para oito cadeias

Além da pecuária de leite, o Senar Goiás oferece Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) nas cadeias de: Apicultura, Agroindústria Artesanal, Fruticultura, Horticultura, Ovinocaprinocultura, Pecuária de Corte e Piscicultura.

O acompanhamento do técnico de campo do Senar Goiás possibilita ao produtor o acesso à informação de maneira clara e contínua, encurtando a distância entre ele e o conhecimento técnico científico. Diante disso se busca o aumento de renda e a produtividade da atividade agropecuária.

A metodologia está fundamentada em cinco etapas, que abrangem todo o processo a ser aplicado no desenvolvimento da propriedade rural atendida, sendo elas: 1ª Diagnóstico Produtivo individualizado; 2ª Planejamento Estratégico; 3ª Adequação Tecnológica; 4ª Capacitação Profissional Complementar e 5ª Avaliação Sistemática dos Resultados.

Veja a como chegar até a propriedade e a programação do evento:




Comunicação Sistema Faeg/Senar