Curso Cozinha Rural do Senar Goiás garante economia e tempero da ‘roça’

Crédito: Larissa MeloA poetisa Cora Coralina dizia que gostava mais de ser doceira e cozinheira do que escritora, sendo a culinária a mais nobre de todas as artes. Assim como os poemas de Cora, o jeitinho goiano de cozinhar, com ingredientes especiais do Cerrado, agrada todo o paladar que se preze. A cozinha rural tem um sabor que encanta. Por isso, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás) oferece em sua grade de cursos de Promoção Social (PS), na área de alimentação e nutrição, o curso de Cozinha Rural. O objetivo da capacitação vai além dos segredos do tempero e visa contribuir com o desenvolvimento da qualidade de vida, por meio de hábitos alimentares saudáveis. O treinamento em Cozinha Rural, do Senar Goiás, está direcionado para o aproveitamento integral dos alimentos, assim como a valorização dos ingredientes típicos da fazenda. Os participantes também aprendem noções sobre economia doméstica, agregando conhecimento para produtores e produtoras rurais que ganham a vida com suas receitas.


Com carga horária de 32 horas, o curso possui metodologia teórica e prática e pode ser realizado por pessoas com mais de 18 anos, que desejam levar aos quatro cantos do estado o sabor caseiro da comida da roça. Durante o treinamento, os participantes recebem orientações sobre a importância da higiene pessoal, dos alimentos, do ambiente e de utensílios, além de dicas sobre a utilização correta da água corrente e o uso de solução sanitizante, para limpeza apropriada de verduras, frutas e legumes, eliminando assim os microorganismos. Os instrutores também explicam sobre as melhores técnicas de armazenar alimentos e local apropriado, e o uso correto de tábuas e facas, dicas que fazem diferença no dia a dia da cozinha. 


Para a coordenadora de ações e projetos do Senar Goiás, Andréia Peixoto, no treinamento Cozinha Rural os participantes aprendem na prática a elaborar cardápios que valorizam produtos do meio rural. “Além dos pratos típicos da culinária rural, utilizando especialmente carnes suína, bovina, frango caipira, o milho e a mandioca. Os alunos aprendem a fazer diversas quitandas como pão de queijo, pães caseiros, bolos, tortas, roscas, sobremesas como doce de abóbora e pudim de queijo”, explica.


Andréia destaca ainda que o treinamento Cozinha Rural pode agregar no orçamento financeiro do aluno. “O ganho financeiro para o participante do treinamento do Senar se dá pela economia doméstica, isso porque o aluno aprende sobre aproveitamento integral dos alimentos, planejamento das compras, valorização dos ingredientes típicos da fazenda. Tudo contribui com o preparo adequado dos pratos. Muitos alunos acabam empreendendo abrindo o próprio negócio e ganhando uma renda extra”, conclui.


Para outras informações sobre treinamentos e cursos oferecidos pelo Senar Goiás, entre em contato pelo telefone (62) 3412-2700 ou pelo site www.senargo.org.br 


Texto: Francis Telles

Fotos: Larissa Melo