AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Faeg discute potencialidades do agro no Seminário Go to Goiás

Imagem

unnamed 1Laryssa Carvalho e Michelle Rabelo

Integrando o Seminário Go to Goiás, o Encontro de Negócios com Goiás foi palco, nesta quarta-feira (26), de um debate sobre as potencialidades do agronegócio. O evento, que aconteceu em São Paulo, contou com a presença do consultor técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) Goiás, Pedro Arantes.

O economista também representou a Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e fez questão de destacar a importância da preservação ambiental no agronegócio ‘’ Hoje dispomos de 17 milhões de hectares de pastagens degradadas, nós podemos utilizar 1/3 sem afetar o meio ambiente, sem afetar a pecuária e também a pastagem e ainda dobrar a área plantada com grãos’’, pontuou.

Também participaram do encontro o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial) e a Associação Comercial do Estado de Goiás. Todos ressaltando uma economia goiana pujante e um governo atento em garantir um ambiente de negócios favorável. Outro ponto importante do evento foi o debate sobre a necessidade de captação de novos investimentos para o Estado.

Ao todo, representantes de 55 empresas norte-americanas e paulistas estiveram presentes e puderam conhecer o cenário de competitividade que o investidor vai encontrar ao trazer sua indústria para Goiás. O encontro desta quarta-feira (26) foi realizado pela Secretaria de Indústria e Comércio (SIC) na sede da Câmara Americana de Comércio (Amcham) no Brasil.

Foto Anness 4Vantagens goianas
Representantes da indústria automobilística, de logística, de alimentos com atuação no País e na América do Sul puderam conhecer as principais informações socioeconômicas do Estado, além do funcionamento do Porto Seco do Centro-Oeste e cases de sucesso de empresas instaladas no Estado, como Pif Paf e Hyundai (Caoa). O secretário de Indústria e Comércio, William O’Dwyer, responsável pelo evento, disse que o objetivo é atrair negócios que complementem a cadeia produtiva goiana.

“Temos vários diferenciais de competitividade que podem fazer os investimentos das empresas dos senhores crescerem, como uma infraestrutura diferenciada, incentivos fiscais, matéria-prima e parcerias entre iniciativa privada e pública que podem transformar os negócios de vocês em cases de sucesso. Ir para Goiás pode ser sinônimo de redução de custos e incremento dos lucros”, afirmou aos presentes.

Já o consultor técnico do Senar, Pedro Arantes, também fez questão de ratificar a necessidade de industrias de fator de produção. Para ele, é necessário atrair empresas do setor para o estado ‘’ Destacamos a necessidade de industrias de fator de produção, como insumos, por que hoje, grande maioria, vêm de fora. São industrias internacionais’’, relatou.

Dos Estados Unidos para o Brasil
O cônsul-geral dos Estados Unidos no Brasil, Dennis Hanking, que abriu o encontro, destacou que os investimentos americanos no Brasil estão cada vez mais a ir para fora dos eixos tradicionais, para polos como Goiás, Pernambuco e Santa Catarina. “O Brasil será a 5ª maior economia do mundo em 2020. E Goiás é o Estado brasileiro que mais cresce no País. Isso coloca o Estado em posição estratégica, principalmente, por ser um grande produtos de commodities”, afirmou.

O vice-presidente da Hyundai (Caoa), instalada no Distrito Agroindústria de Anápolis (Daia), Mauro Correa, afirmou que os incentivos fiscais oferecidos pelo Estado contribuíram para a empresa se tornar referência internacional. “Os incentivos fiscais de Goiás permitem ao empresário investir mais em seu negócio. Somos hoje uma das principais fábricas da marca no mundo porque tivemos este apoio do Estado de Goiás”, afirmou. O diretor da Pif Paf, Cláudio Faria, por sua vez, disse que até 2020 a empresa vai dobrar a sua produção. “Os incentivos são benefícios de competitividade”, comentou.

Encontro
O encontro faz parte do Seminário Go to Goiás, que tem por objetivo divulgar e captar investimentos para o Estado junto a empresas nacionais e internacionais. Apenas no segundo semestre deste ano, a SIC promoveu as vantagens locais junto a 60 embaixadores, durante a edição do seminário em Brasília (DF), e a outros 50 representantes de empresas nacionais, na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (RJ).

A Amcham no Brasil, parceira da SIC na organização na edição do evento em São Paulo, tem mais de 5 mil sócios no País. Apenas a filial em Goiás conta com 250 empresas credenciadas. Desde 2012, a entidade vem desenvolvendo um trabalho em conjunto com o governo do Estado na atração de investimentos. Já foram realizadas duas missões comerciais para os Estados Unidos e a projeção é de intensificar a captação de novos investimentos para o Estado e abrir o mercado americano nos próximos anos.

Áreas de atuação

Veja também

Terminam

Oportunidade

Terminam nesta terça (11) as inscrições para a academia de formação do Senar Goiás com pagamento de bolsa de até R$2.500,00

Desafio

Evento

Desafio AgroStartup 2024: maior maratona de inovação no agro do país começa neste fim de semana

ATeG

Notícia

ATeG do Senar Goiás ajuda no desenvolvimento do cultivo de figo

Imagem