AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Ambiente de negócios e gestão de risco na cadeia láctea são temas que movimentam IV Encontro Estadual dos Empreendedores do Leite

Imagem

Um público composto por caravanas dos municípios goianos, presidentes dos Sindicatos Rurais, prefeitos, produtores e interessados na área participaram da IV edição do Encontro Estadual dos Empreendedores do Leite, realizado no Oliveira's Place, em Goiânia pelo Sistema Faeg Senar, Sebrae e parceiros do ambiente de negócios. O evento mostrou os resultados significativos da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar Goiás, cujo destaque é nacional e assiste 2 mil produtores em suas propriedades. O presidente do Sistema Faeg Senar, deputado federal, José Mário Schreiner no início de sua apresentação cumprimentou todos os participantes destacando que a atividade leiteira é a mais importante que existe no Estado de Goiás.

"Em 2009, realizamos o Diagnóstico com os produtores rurais para ver o rumo que precisávamos tomar e melhorar a eficiência. Afinal, a cadeia produtiva gera 220 mil empregos," citou. Para o Diagnóstico de 2019, cujos resultados estão sendo apresentados ao público presente, ele abordou sobre a sucessão familiar, a continuidade da atividade leiteira, a preocupação com o envelhecimento no campo, a liderança, empreendedorismo dos quase 100 grupos da Faeg Jovem e o destaque de 24 para 41 por cento das mulheres no agro. "Foram registrados 34 por cento das propriedades que fazem as anotações. As mulheres são mais zelosas, se preocupam com os resultados. É um ganho para elas na participação da atividade," afirmou José Mário.

Conforme disse, muita coisa melhorou mas é preciso avançar. "O produtor rural sabe que existe, mas ainda não sabe como buscar novas tecnologias, equipamentos, startups. Por isso, estamos criando uma estrutura na Faeg do Campolab," destacou. Em sua fala ele aproveitou para reforçar sobre o quanto o produtor consegue se adequar, que ninguém faz nada sozinho e é preciso um bom diálogo dos elos da cadeia produtiva. "Neste estudo com os produtores apresentaremos números para apreciação com envolvimento maior do produtor, indústria, varejo. É uma noção exata, uma luz no fim do túnel. Processar os avanços, a participação expressiva das mulheres, o caos com a energia elétrica, o incremento para a assistência técnica, e os resultados voltados às questões econômica e ambiental serão alguns destaques do Encontro," afirmou o presidente do Sistema Faeg Senar.


"Gerar mais renda e desenvolvimento," disse o diretor superintendente do Sebrae Goiás, Derly Cunha Fialho

Para ele, o problema não é ser pequeno, é ser só. "Contem com as instituições para gerar mais renda e desenvolvimento. Assim fortalecemos nossos laços e nos aproximamos," afirmou. A mensagem que ele passou foi de crescimento, união e por poder contribuir através do conhecimento.

O presidente do Fundo para o Desenvolvimento da Pecuária em Goiás (Fundepec Goiás), Joaquim Guilherme Barbosa, ressaltou a alegria em participar do evento e sobre o trabalho realizado pelo presidente do Sistema Faeg Senar, José Mário. "Ele vem liderando o nosso setor. Parabéns à toda sua equipe. Também não posso deixar de puxar a sardinha para o Fundepec que foi criado há mais de 25 anos. Com a missão de indenizar o produtor, ele foi criado por 8 entidades, atua no financiamento de projetos e ajuda o agropecuarista," contou.

Ele ressaltou ainda sobre somar forças, o quanto a Faeg tem colaborado com a Patrulha Rural e a capacitação dos profissionais."A missão é levar desenvolvimento aos produtores. O agronegócio carece de muita atenção e o Fundepec tem patrocinado este encontro com os produtores," disse.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto reforçou a força que os produtores têm e o envolvimento de todos para o desenvolvimento do Estado. "As informações nos ajudarão na consolidação de políticas públicas Queremos destacar também o importante trabalho do Sistema Faeg Senar, sindicatos, produtores envolvidos," disse. Para ele o momento é propício para a participação, desenvolvimento da economia e na melhor rentabilidade dos produtores de leite. "Nós faremos um Estado diferente. Nós trabalhamos em um Estado melhor," afirmou.

Dentro do painel Ambiente de Negócios, o superintendente do Senar Goiás, Dirceu Borges apresentou os resultados da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) da entidade aos produtores de leite de Goiás. "Nós viemos para somar. Escutamos as demandas da classe. Queremos fazer a diferença dentro e fora da porteira da propriedade, " citou. Em sua abordagem ele pontuou sobre os mais de 29 cursos EaD do Senar Goiás, o quanto é preciso levar tecnologias aos produtores com a missão na Assistência Técnica. "Ensinamos o produtor a pescar. É a difusão do conhecimento. Traçamos um planejamento técnico e direcionamos as capacitações profissionais," explicou.

Conforme Borges, é preciso evoluir na produtividade. "Para cada R$1 investido em Assistência Técnica gerou-se a receita de R$46,89. Para 2020 continuaremos realizando um trabalho de excelência e queremos dobrar o número de produtores assistidos," contou. Para o consultor da SL Consultoria em Agronegócios, Antônio Carlos de Souza Lima Júnior, segundo palestrante do painel, o Diagnóstico da Cadeia Láctea do Estado de Goiás 2019 realizado com quase 600 produtores é um amadurecimento do setor produtivo melhorando sempre a sua competitividade. “A atividade tem a oportunidade e pode ser melhorada,” disse.

Dentro da cadeia do leite em Goiás foram observados insumos, produtor, transporte, indústria, distribuição, varejo até chegar ao consumidor. Outros destaques da palestra foram sobre a oscilação, incerteza e o preço, o quesito melhora dos preços diminuindo os custos, a internet na fazenda onde 57% possui na propriedade e a questão da bonificação pela qualidade do leite.

Comunicação Sistema Faeg Senar

Fotos: Fredox Carvalho/ Larissa Melo

Veja também

Do

Desafio AgroStartup 2024

Do Campo ao Futuro: Soluções Inovadoras emergindo no AgroStartup 2024

Há

Notícia

Há 16 anos o Senar Goiás leva qualidade de vida para a família rural com o Campo Saúde

Condições

Notícia

Condições climáticas e menor demanda influenciam os preços Hortigranjeiros

Imagem