AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Aula inaugural em Cavalcante viabiliza oportunidades e capacitação para o município

Imagem

Localizada a 510 km de Goiânia e considerada a 3ª colocada entre as 10 melhores cidades turísticas para visitar e explorar suas belezas, Cavalcante revela agora novas possibilidades no agronegócio

O município é considerado o mais pobre do estado de Goiás, e com o pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). “Cavalcante é um município que carece de mão-de-obra qualificada, e o Senar Goiás, escolheu-o como polo de ensino do curso técnico em agronegócio, por termos uma ótima estrutura de sala de aula na casa do aprendiz e por podermos oferecer capacitação na área, que futuramente aumentará a empregabilidade e a renda dos moradores. O atual governo já sinalizou apoio para a região e contamos com o auxílio do Sindicato Rural e da Prefeitura,” cita a coordenadora técnica de Aprendizagem Profissional Rural, Sílvia Romano.

A aula inaugural do curso técnico em agronegócio aconteceu neste sábado, 23 de março, em Cavalcante. "É um dia que a gente sonhou muito. E um sonho quando você sonha sozinho não passa de um sonho. Quando você sonha com várias pessoas ele se torna realidade. Então graças aos nossos parceiros também, hoje é um dia muito especial", comemora o deputado federal e presidente do Sistema Faeg/Senar, José Mário Schreiner.

“Esse curso atende a demanda de formação profissional para a provisão de mão-de-obra qualificada para o agronegócio, o qual sofre déficits de qualidade educacional na região. Dessa forma, é possível ofertar ao meio rural um nível elevado de educação, abarcando uma parcela maior dessa população, através do uso da Educação a Distância como ferramenta de ensino. O objetivo principal é a formação de técnicos em agronegócio para impulsionar a qualificação e a profissionalização da força de trabalho do campo e empresas do setor do agronegócio,” informa Sílvia.

O perfil dos participantes que buscam esse curso varia entre pessoas altamente graduadas às que concluíram o ensino médio recentemente. “Creditamos alguns destaques do curso como ofertas de disciplinas de gestão, ferramenta essencial para as pessoas avançarem em seus negócios por se tratar de um curso na modalidade EAD trazendo flexibilidade nos estudos, ser gratuito, além de apresentar um mundo de possibilidades na área do agronegócio, que é um setor com alta empregabilidade e têm exigido cada vez mais dos profissionais capacitados para atuarem em diversas áreas,” disse a coordenadora técnica, Sílvia.

O curso técnico de nível médio oferecido pelo Senar, é na modalidade de ensino a distância (EAD), composta de 80% de aulas online e 20% presenciais, com carga horária de 1.230 horas contabilizando quatro (4) semestres. De acordo com Sílvia, o último processo seletivo feito para Cavalcante, deu aproximadamente três (3) candidatos por vaga, consolidada como uma boa média para a região. Os alunos do curso de nível médio de formação apresentam idade média que vai de 18 a 45 anos, sendo a maioria ligada ao meio rural, caracterizando o público prioritário do Senar. O impulsionamento do município pela capacitação na área do agronegócio movimentará no futuro a economia do setor.

Ainda, de acordo com a coordenadora técnica, os futuros profissionais serão responsáveis e estarão preparados para ajudar a melhorar a vida dos produtores rurais, repassando o conhecimento adquirido, levando as novas tecnologias a serem utilizadas no campo. “Os técnicos assistirão esses produtores através dos conceitos de gestão e assistência técnica lembrando-os sempre de atenderem as legislações ambiental e agrária, na consideração do conceito de sustentabilidade em todos os segmentos atendidos, contribuindo com o cenário econômico crescente da região e país,” detalha.

Dentre as unidades curriculares oferecidas pelo curso técnico em agronegócio, algumas delas acontecem as visitas técnicas em propriedades rurais e/ou agroindústria com o objetivo de desenvolver a habilidade de planejamento dos sistemas de produção, a partir do conhecimento sobre os aspectos técnicos e de relevância econômica e social das principais atividades agropecuárias dentro do agronegócio aliando teoria e prática, que caminham juntas. Sílvia complementa que os alunos podem também ter a oportunidade de vivenciar situações as quais se depararão na vida profissional. O Senar Goiás vem marcando presença durante quatro (4) anos com a implementação do curso técnico em agronegócio que se iniciou em 2015 com uma turma piloto em Alexânia, coordenado pelo Senar Central.


Outros Polos do Agronegócio

“Após o início da turma piloto em Alexânia, o Senar Goiás abriu turmas sob sua coordenação nos polos de Anápolis, Cristalina, Itumbiara, Rio Verde, Niquelândia, Britânia, Piranhas, Uruaçu, e agora com lançamento em Cavalcante. De lá para cá já formamos 186 técnicos em gestão do agronegócio capacitando-os para atuar no setor e temos relatos de muitos egressos que conseguiram emprego após a conclusão do curso, promoção na própria empresa que já trabalhavam ou colocaram em prática o que aprenderam às suas atividades rurais,” ressalta Sílvia.

Comunicação Sistema Faeg/ Senar


Áreas de atuação

Veja também

Festa

Notícia

Festa de sabores que dura o ano todo

Soja

Notícia

Soja e milho sofreram pequenas variações na produção na Safra 23/24

Prazo

Notícia

Prazo de vacinação contra brucelose é ampliado até outubro

Imagem