AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Banco Central reduz taxa básica de juros para 3% ao ano

Imagem

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom/BC) decidiu, nesta quarta-feira (6/5) reduzir a taxa básica de juros da economia para 3% ao ano. O corte foi de 0,75 ponto percentual. Em nota, a autoridade monetária informou que a decisão foi tomada por unanimidade, estabelecendo uma nova mínima histórica para a taxa Selic.“O Copom entende que, neste momento, a conjuntura econômica prescreve estímulo monetário extraordinariamente elevado, mas reforça que há potenciais limitações para o grau de ajuste adicional. O Comitê avalia que a trajetória fiscal ao longo do próximo ano, assim como a percepção sobre sua sustentabilidade, serão decisivas para determinar o prolongamento do estímulo”, diz o comunicado do Copom.

Na nota, o Copom destaca que a pandemia de coronavírus está provocando uma desaceleração significativa do crescimento global e queda nos preços de commodities, além de uma volatilidade nos mercados. E mesmo com medidas de estímulo monetário e fiscal por parte das principais economias do mundo, o cenário ainda é considerado desafiador para os países emergentes. “Em relação à atividade econômica, dados mensais disponíveis até o mês de março repercutem apenas parcialmente os efeitos da pandemia da Covid-19 sobre a economia brasileira. Indicadores de maior frequência e tempestividade, referentes ao mês de abril, mostram que a contração da atividade econômica será significativamente superior à prevista na última reunião do Copom”, diz o colegiado, em nota. Com base nos dados do Boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central, o Copom destaca que a inflação esperada para este ano, 2021 e 2022 é, respectivamente, de 2%, 3,3% e 3,5%. E afirma que, em seu cenário básico para o índice de preços, há diversos fatores de risco considerados na condução da política monetária.

Como consequência, bancos como Itaú e Bradesco já anunciaram o corte das taxas de juros de algumas linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas. Para as pessoas físicas, a redução será no empréstimo pessoal, enquanto para as empresas o corte será na linha de capital de giro. Os novos valores passarão a valer a partir de segunda-feira, 11, e variam de acordo com o perfil do cliente e de seu relacionamento com o banco.

Fonte: Agência Brasil

Áreas de atuação

Veja também

Condições

Notícia

Condições climáticas e menor demanda influenciam os preços Hortigranjeiros

Produtor

Caso de Sucesso

Produtor de hortaliças hidropônicas, que tinha desistido do cultivo, retoma a atividade produzindo cinco vezes mais com a ajuda da ATeG do Senar Goiás

Mercado

Notícia

Mercado de aluguel de máquinas agrícolas apresenta boas opções para pequenos e médios produtores

Imagem