AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Comissão Técnica do Leite analisa os desafios do setor

Imagem

A transparência na relação produtor de leite /indústria e o indexador de previsibilidade de preço foram as principais conquistas do setor, em 2019, segundo o produtor José Renato Chiari, ex-presidente da Comissão Técnica da Pecuária de Leite, da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás. A afirmação aconteceu nesta terça-feira, (18) na sede da Faeg, durante encontro com os novos gestores da comissão, nomeados pelo Presidente do Sistema Faeg Senar, Deputado Federal José Mário Schreiner. “Percebi que só por meio da união seria possível evoluir em relação aos gargalos como desvalorização de preço, políticas públicas, queda no consumo e controle sanitário e de qualidade, por isso é fundamental preservar a união, porque se desagregar, podemos perder o que já foi conquistado”, ponderou Chiari.

Mediando o encontro, o Diretor Executivo do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás, Edson Novaes, esclareceu que os nomes para a nova gestão da comissão foram indicados pelos Presidentes dos Sindicatos Rurais filiados a Faeg e validados pela Direção Institucional, conforme estatuto da Federação. “ Atualmente são dezesseis comissões compostas por produtores de cada segmento e o critério de escolha considerou o serviço prestado para o crescimento da cadeia produtiva”, pontuou Novaes. Ele destacou também sobre o movimento da Faeg para aproximar-se da Associação Brasileira dos Produtores de Leite. “ Nos últimos dois anos, a direção da Faeg buscou aproximação com a Abraleite, por reconhecer a importância para o fortalecimento do setor em nível federal, porém a não integração foi uma decisão dos dirigentes da Associação.

Vinícius Correia, nomeado para presidir a Comissão de pecuária de leite pelos próximos 3 anos reconheceu que a antecipação de preço do litro de leite é uma aspiração que depende de vários fatores. “Realmente é complicado trabalhar com preço referência porque a definição de valores depende de fatores externos como região, volume produzido, qualidade do rebanho, mas vamos continuar tentando, e um caminho seria a criação do Conselho paritário entre produtor, indústrias e cooperativas goianas, mas isso será discutido com todos os produtores do estado”, avaliou Vinícius.

A boa notícia veio do produtor rural Danilo Rezende, integrante do grupo estratégico da Comissão de Leite, ao anunciar que o Hub de Inovação da Faeg, Campo Lab, desenvolverá um aplicativo que ajudará o produtor a monetizar seu produto. “ Pelo aplicativo o produtor vai preencher dados sobre volume, laticínio, qualidade de produção para receber uma referência de preço”, explicou Danilo.

As Comissões Técnicas são o braço da Faeg na busca de soluções para as dores e necessidades das cadeias produtivas em todo estado.

Comunicação Sistema Faeg Senar

Fotos: Fredox Carvalho


Áreas de atuação

Veja também

Festa

Notícia

Festa de sabores que dura o ano todo

Soja

Notícia

Soja e milho sofreram pequenas variações na produção na Safra 23/24

Prazo

Notícia

Prazo de vacinação contra brucelose é ampliado até outubro

Imagem