AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Curso de Cooperativismo Rural do Senar Goiás melhora renda de várias famílias

Imagem

Enquanto os homens vão para o mandiocal, as mulheres organizam os utensílios e o maquinário para começar o processamento da mandioca. Afinal a meta da semana é produzir quatro mil quilos de farinha branca, temperada e puba. É um evento o preparo da massa e a torrefação, que têm a participação da família dos 30 sócios da Cooperativa dos Produtores Rurais do Assentamento Bacuri (Coopraba), que fica no município de Uirapuru. “A gente se reuni com alegria para fazer a melhor farinha. É um momento de trabalho duro, mas também de muita união e parceria. Quando a mandioca é colocada no terreiro, todo mundo colabora desde descascar, ralar até a hora de ir para o fogo”, conta Marlúcia Ferreira da Silva, presidente da associação.

A ideia de montar a cooperativa surgiu em 2016, porque os produtores rurais do assentamento precisavam melhorar a renda. Eles tinham muita vontade, mas não sabiam como estruturar a cooperativa. A luz surgiu com o curso de Cooperativismo Rural do Senar Goiás e depois disso a Coopraba pode ser finalmente registrada. “Abriu a mente da gente e estruturou as ideias. A nossa cooperativa precisava de um norte e foi isso que o curso do Senar Goiás proporcionou”, conta Douglas Lima, representante da associação e filho da Marlúcia.

Douglas reforça que para o pequeno produtor é muito importante participar de uma cooperativa bem organizada, principalmente na hora de comercializar os produtos, já que a maioria não tem acesso ao mercado. Com a união de um grupo, aumenta a força e com isso facilita o acesso a assistência técnica, a capacitação e a obtenção de bens que não poderiam ser adquiridos individualmente. “Depois do curso de Cooperativismo do Senar Goiás, nós já fizemos outros de várias áreas. A equipe sempre atende nosso grupo dando mais opções para a gente produzir e aumentar nossa renda. Foram mais de 10 anos que nossas 59 famílias ficaram esquecidas pelo poder público e hoje, depois da ajuda da ajuda do Sindicato Rural e do Sistema Faeg Senar, nós temos um caminho certo para percorrer”, explica Douglas.

Cada sócio da associação, em média, consegue mil reais por mês só com a venda da farinha produzida de forma coletiva. “O próximo passo para aumentar a renda dos pequenos produtores vai ser trabalhar com a produção de leite e a cooperativa se encarregará de armazenar em um tanque de resfriamento para que um laticínio comprador possa recolher. A gente só precisa de uma oportunidade para se desenvolver e essaoportunidade veio com a qualificação, o aprendizado”, conclui o cooperado.

Sobre o curso cooperativismo Rural

O curso é dividido em quatro módulos, com carga horária total de 64 horas. São ministrados conhecimentos sobre Fundamentos, Valores e Princípios do Cooperativismo, Legislação, Finanças, Estatuto Social e Regimento Interno, gestão, Organização de Documentos, Diagnóstico da Realidade Local do Quadro Social, Tipos de Mercado, tipos de produtos e os tipos de consumidores priorizados pela Cooperativa, entre outros tópicos para abertura e regularização. Para ter acesso a qualificação é necessário procurar o sindicato rural da região ou ligar para: (62) 3412.2700.

Foto:Divulgação

Comunicação Sistema Faeg/Senar



Áreas de atuação

Veja também

Festa

Notícia

Festa de sabores que dura o ano todo

Soja

Notícia

Soja e milho sofreram pequenas variações na produção na Safra 23/24

Prazo

Notícia

Prazo de vacinação contra brucelose é ampliado até outubro

Imagem