AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Dificuldade na venda de carne alonga as escalas dos frigoríficos

Imagem

gado no pasto 2De maneira geral, o cenário ainda é de firmeza no mercado do boi gordo, mas as vendas de carne perderam o ímpeto do começo do mês e as escalas de abate evoluíram.

Embora a oferta de boiadas ainda seja restrita, é o consumo limitando as valorizações, impondo restrições à conjuntura de alta e já imprimindo algum ajuste negativo às referências de algumas praças. Em São Paulo, muitas indústrias estão trabalhando com ofertas de compra menores que a da última semana.

Mas, este cenário não é comum a todo o país. A arroba no Sul de Goiás, por exemplo, que entre o começo de agosto e a última semana acumulava valorização de 14,3%, subiu mais R$3,00 na última terça-feira (12). Em Minas Gerais, o cenário do mercado também é de alta. Ao todo, foram seis as praças com valorizações.

Mesmo com tendência de preços firmes, a valorização pode não ter a mesma força exercida nas semanas anteriores. “No dia 13 de setembro, algumas indústrias saíram de mercado e a média teve um acréscimo de 0,06% para o boi gordo que finalizou a R$135,69 a arroba e a vaca, com média de R$126,86, queda de 0,06% nos preços de Goiás (preços à vista e para descontar)”, relata a analista técnica do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag) e Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Christiane Rossi.

O movimento de alta nestes meses finais de ano, sazonalmente é decorrente da oferta menor e valorização da carne bovina.

Texto: Ifag e Faeg, com informações Scot Consultoria

Foto: Arquivo Faeg

Áreas de atuação

Veja também

Terminam

Oportunidade

Terminam nesta terça (11) as inscrições para a academia de formação do Senar Goiás com pagamento de bolsa de até R$2.500,00

Desafio

Evento

Desafio AgroStartup 2024: maior maratona de inovação no agro do país começa neste fim de semana

ATeG

Notícia

ATeG do Senar Goiás ajuda no desenvolvimento do cultivo de figo

Imagem