AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Mês de fevereiro é marcado por alta de 42,85% da cebola em Goiás

Imagem

Foi divulgado na quarta-feira (20), pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) o 3º Boletim do Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort), onde foi levantado e analisado os preços das hortaliças e frutas comercializados pelas Centrais de Abastecimento (Ceasas), do Brasil e unidades federativas.

Analisando a conjuntura atual, o mês de fevereiro foi marcado mais uma vez pelas recentes altas que acometem o mercado de hortifrúti. O clima foi um dos principais fundamentos de alta para as frutas e hortaliças.

Quando nos referimos a nível nacional, a hortaliça com a maior alta foi a alface, com uma média ponderada de preços de R$6,98/kg e variação de 40,23%. A oferta limitada em um momento de demanda elevada, foi o principal fator de alta. Já a cenoura, apresentou média de preços de R$5,66/kg e variação negativa de -10,34%, a melhora da oferta justifica a queda nos preços.

A fruta que ganhou destaque a nível nacional, em relação a alta, foi a banana, com preço médio de R$5,25/kg e variação de 20,41%. A entressafra da banana prata na Bahia e no norte de Minas Gerais, afetou diretamente a oferta nacional da fruta. Já a melancia, apresentou preço médio de R$2,43/kg, redução de -10,18% em razão da oferta elevada.

Quando analisados os preços no estado de Goiás, as hortaliças com maiores altas foram a cebola, com preço médio de R$5,85/kg e alta de 42,85% e a alface com preço médio de R$4,63/kg e alta de 12,33%. A cebola apresentou uma alta considerável nas importações o que refletiu diretamente no preço comercializado, já que os bulbos importados apresentaram uma melhor qualidade e consequente preço mais alto. A cenoura também apresentou queda em Goiás, com média de preços de R$4,22/kg, o que representa variação negativa de -21,61%.

Em relação às frutas comercializadas em Goiás, a banana também foi destaque com a maior alta. O preço médio da banana foi de R$7,88 com uma elevação de 30,34%. Além da entressafra, os vendavais no Vale do Ribeira, em São Paulo, também afetaram a oferta do produto. A laranja também apresentou alta em Goiás, com média de preços de R$3,38 e elevação de 17,40%. A escassez da fruta junto com uma demanda elevada pelo fruto por parte da indústria em razão de um estoque reduzido de suco de laranja, contribuíram para a alta nos preços. Já o mamão, apresentou média de preços de R$3,20 e queda de -18,99%. As cotações apresentaram oscilações, mas a oferta pressionou o preço.

Fonte: Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB)

Comunicação Sistema Faeg Senar

Áreas de atuação

Veja também

EXPOPEC:

Notícias

EXPOPEC: começa maior feira de novas tecnologias para o desenvolvimento da pecuária no norte do estado

Senar

Notícias

Senar Goiás lança curso online que ensina propriedades a ter lucro com turismo rural

Arena

Arena AgriTech: Startups destaques da Tecnoshow e tendências para o agro

Imagem