AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

O Agrinho é uma oportunidade de protagonizar mudanças além da sala de aula

Imagem

“ A partir de ações concretas e reflexivas sobre os assuntos de interesse do homem do campo e da cidade é possível construir um legado para as gerações atuais e futuras. A participação no projeto Agrinho é um convite para que cada escola seja protagonista na transformação da nossa sociedade”, afirmou o Presidente do Sistema Faeg Senar, deputado federal José Mário Schreiner, durante encontro com os professores, diretores e coordenadores da rede municipal de ensino de Goiânia.

A iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar Goiás, Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás, Faeg em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Esporte de Goiânia, reuniu na casa do produtor rural, cerca de 150 educadores interessados na temática Agrinho.

A Gerente de Projetos da Secretaria Municipal de Educação e Esporte de Goiânia, Maria da Luz Santos Ramos, abriu o evento convocando as escolas municipais a aderirem ao projeto. “ Tive a honra em conhecer o Agrinho iniciado no estado do Paraná e participar da implementação dele aqui em Goiás. Nesses 13 anos, preparamos uma geração para produzir com sustentabilidade”, afirma Malu.

Atentos a explicação do Superintendente do Senar Goiás, Dirceu Borges, o público conheceu as ações de capacitação, assistência técnica e gerencial e promoção social desenvolvidas pela Instituição. “O Senar Goiás está presente nos 246 municípios goianos, tem o apoio dos sindicatos rurais para melhorar a vida no campo e em 2019 alcançou mais de 500 mil pessoas”, explicou Dirceu Borges.



A apresentação do Programa Agrinho ficou a cargo do gerente de promoção social, Renildo Marques Teixeira. “ O melhor caso de sucesso do Agrinho é a mudança de hábito do produtor rural quanto ao descarte correto das embalagens de defensivos agrícolas. Foi através de um projeto em uma escola no Paraná que houve a conscientização coletiva de que o recipiente não deve ser reutilizado. O objetivo do Agrinho é justamente educar as crianças, porque elas são eficientes na multiplicação do conhecimento ”, pontou Renildo. A representante da área técnica da Secretaria Municipal de Ensino de Goiânia, Alezandra Martins, destacou que as escolas podem adequar os projetos já realizados nas unidades às proposta do Agrinho, que este ano aborda o tema: Inovação do Campo à Cidade, com tecnologia e sustentabilidade. “ Vocês já executam projetos sobre água, solo, alimento, energia. Então é só alinhar com a proposta do Agrinho. E temos a diretoria pedagógica que irá auxiliá-los na formatação das ações”, reforçou Alezandra.

Para incentivar os educadores na temática inovação e tecnologia, Fernando Borges, gerente de inovação do Senar Goiás, deu uma aula sobre big data, inteligência artificial e internet das coisas. “ Se você quer falar de igual para igual com seus alunos é preciso mergulhar no universo tecnológico, porque essa é a linguagem deles”, alertou Borges.

Sobre o Agrinho

O que é?

Criado em 1995 no Estado do Paraná, o Programa Agrinho surgiu da necessidade de orientar trabalhadores rurais quanto ao uso adequado de defensivos agrícolas.

Em Goiás, teve início no ano de 2008 pelo SENAR Goiás (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) em parceria com a FAEG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás) e demais entidades e empresas parceiras. Constitui-se em conjunto de ações de educação que busca agregar ao ensino público e privado formação de agentes educacionais (gestores escolares, coordenadores pedagógicos, professores) e desenvolvimento de projetos, sendo que a cada ano trabalha com temática específica, em cenário geral de meio ambiente, almejando os objetivos elencados a seguir.

Objetivo geral:

Incentivar a prática pedagógica através de projetos que contemplem a construção do conhecimento, proporcionando a inserção de temas de relevância social, cultural, econômica, política e ambiental, visando melhorias constantes de hábitos e atitudes.

Objetivos específicos:

Promover novas práticas pedagógicas;

Despertar iniciativas empreendedoras;

Contribuir para a formação integral do cidadão;

Contribuir na formação de alunos e professores pesquisadores, com os sujeitos realizadores da história atual;

Promover maior integração entre escolas, professor, aluno e comunidade;

Difundir aspectos relativos ao agronegócio na comunidade escolar, primando pela sustentabilidade e qualidade de vida.

Lema:

Saber e atuar para melhorar o mundo. O lema perpetua ao longo dos anos, ao passo que o tema é específico de cada ano.

Tema 2020:

Inovação do Campo à Cidade, com tecnologia e sustentabilidade.

Comunicação Sistema Faeg Senar

Fotos: Fredox Carvalho


Áreas de atuação

Veja também

Senar

Notícia

Senar Goiás oferece curso para prevenir e combater incêndios em áreas agrícolas

Festa

Notícia

Festa de sabores que dura o ano todo

Soja

Notícia

Soja e milho sofreram pequenas variações na produção na Safra 23/24

Imagem