AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Patrulha Rural Georreferenciada começa a funcionar em Silvânia

Imagem

A Patrulha Rural Georreferenciada em Silvânia foi implantada nesta terça-feira,10/09, O programa da Polícia Militar de Goiás em parceria com a Federação da Agricultura Pecuária de Goiás (Faeg) e Sindicatos Rurais, busca aumentar a segurança no campo e aproximar os produtores rurais dos policiais.

Através de uma parceira entre a 47ª Companhia Independente da Polícia Militar de Silvânia, Conselho Comunitário de Segurança Pública e Sindicato Rural, a Patrulha Rural Georreferenciada irá atender os municípios de abrangência da CIPM: Silvânia, Gameleira de Goiás e Leopoldo de Bulhões. A PM irá fazer o cadastro de cada propriedade rural do município atendido. Serão coletadas todas as informações necessárias para ajudar na vigilância e monitoramento, como nome do proprietário, tipos de maquinários usados e dados de funcionários.

O subcomandante da 47ª CIPM, Capitão Rodrigo Rodrigues destacou que o monitoramento será feito com visitas periódicas dos policiais à propriedade e também por GPS e drones. Segundo ele, o cadastro irá facilitar o descolamento da Patrulha Rural em caso de necessidade, pois os policiais já terão a localização exata do local da ocorrência.

Policiais foram treinados para atuar na Patrulha Rural Georreferenciada, que ganhou uma nova viatura para o atendimento ao morador do meio rural. O cadastro das propriedades rurais interessadas em entrar no sistema de vigilância e monitoramento da Polícia Militar começa a ser feito nesta quarta-feira, 11 de setembro, na sede da Companhia Militar. Para aderir ao programa o dono da propriedade não pode ter antecedentes criminais

Comunicação Sistema Faeg/Senar

Áreas de atuação

Veja também

Festa

Notícia

Festa de sabores que dura o ano todo

Soja

Notícia

Soja e milho sofreram pequenas variações na produção na Safra 23/24

Prazo

Notícia

Prazo de vacinação contra brucelose é ampliado até outubro

Imagem