AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Prazo para promoção de taxas do crédito rural é prorrogado até dezembro

Imagem

fot ppA Caixa Econômica Federal (CEF) prorrogou a redução de taxas de juros para os produtores rurais no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp). O assunto foi discutido durante uma reunião nesta quinta-feira (16), na sede da Caixa, em Goiânia (GO). O encontro teve a presença do gerente de negócios da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Tênisson Nogueira e do consultor técnico da Faeg, Pedro Arantes, além da presença do vice-presidente da Caixa, Fábio Lenza, do gerente da Caixa na região Norte, Gilmar Peixoto, do superintendente da Caixa região Sul, Valdeci Vicente e do representante da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundepec), Alfredo Correa.

A redução de 0,8 ponto percentual está de acordo com as alterações promovidas por meio da resolução CMN 4.603, de 19 de outubro deste ano e abrange as propostas de custeio agrícola e pecuário apresentadas na Caixa até 28 de dezembro de 2017. A taxa de juros do custeio foi reduzida de 7,5% para 6,7% ao ano, com o objetivo de apoiar o médio produtor, proporcionando redução nos seus custos de produção. Para se enquadrar como beneficiário do Pronamp, o produtor deve ter renda bruta anual de até R$ 1.760.000,00 (um milhão setecentos e sessenta mil reais), sendo que pelo menos 80% dessa renda deve ser proveniente de atividades agropecuárias.

De acordo com o vice-presidente de Produtos e Varejo da Caixa, Fábio Lenza, a promoção contempla o final do custeio da safra verão, até 30 de novembro. “Além do custeio da segunda safra e da safra de inverno, que acontecem em algumas regiões do país, a promoção engloba também a pecuária e, no início das águas, os produtores demandam recursos para gastos com manejo, suplementação e adubação de pastagens”, explica.

A Caixa disponibiliza cerca de 1.700 agências habilitadas a operar com o crédito rural. Para auxiliar na elaboração dos projetos, a instituição possui ainda convênio com mais 2.500 empresas de consultoria rural, em todas as regiões do país. As linhas de crédito do banco atendem as principais culturas agrícolas, como soja, milho, arroz, café, algodão, trigo, feijão, cana-de-açúcar, laranja, sorgo, e a bovinocultura de corte e leite e oferece ainda um processo simplificado para operações de custeio agrícola de até quinhentos mil reais. A análise técnica ocorre de forma online, diretamente na agência, o que garante o acesso mais ágil ao recurso pelo produtor.

Segundo o gerente de negócios da Faeg, a parceira com a Caixa é extremamente importante, pois a aproximação com a entidade financeira possibilita abertura e promove maior facilidade na contratação de serviços para os produtores rurais. Para o consultou técnico da Faeg, Pedro Arantes, a iniciativa da Caixa é válida, já que ela está empenhada nas negociações e conversas para a redução de taxas de juros para compatibilizar com as já ocorridas na taxa Selic. “Recebemos essa iniciativa da Caixa que embora não muito expressiva, mas abre caminho para o pleito que as entidades de classe vêm buscando, que é a elaboração do Plano Safra, que consiste num rebate maior das taxas de juros que comtemplem todos os contratos de custeio. Também foi ressaltado no encontro agilidade e maior facilidade que a Caixa oferece aos produtores na contratação dos custeios, condição que a Faeg considera bem-vinda”, observa Arantes.

Foto: Caixa Econômica

Assessoria de Comunicação Sistema Faeg Senar Goiás

Telefone: (62) 3096-2113

sistemafaeg.com.br

twitter.com/ SistemaFaeg

facebook.com/ SistemaFaeg

instagram.com/ SistemaFaeg

flickr.com/photos/sistemafaeg

Áreas de atuação

Veja também

Produção

Notícia

Produção de soja e milho sofreram ajustes dos números para safra 23/24

Safra

Agricultura

Safra 23/24: Relatório do USDA apresenta leves oscilações

Senar

Notícia

Senar Goiás lança curso online: “Nutrição de bovinos de leite na era da pecuária 4.0”

Imagem