AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Schreiner ressalta importância da assistência técnica

Presidente ressaltou importância da assistência técnica aos produtores. Foto Larissa MeloDouglas Freitas

No decorrer desta semana, técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), que aplicam conhecimentos, tecnologias e desenvolvem aprendizados destinados aos produtores e trabalhadores rurais, participaram do Encontro dos Técnicos Goiás Mais Leite – Metodologia Balde Cheio. Durante quatro dias de encontro, os presentes puderam se familiarizar com uma gama de temas e assuntos referentes à produção leiteira.

Na última quinta-feira (20), especificamente o último dia de palestras, os técnicos conheceram casos de sucesso de diversos municípios. Além de compartilharem suas experiências com desafios superados, conhecerem novas técnicas e práticas a serem usadas no meio rural. Das temáticas, foram destacados assuntos como plantio, recomendação de adubação em cana-de-açúcar até a fertilidade do solo, com foco na interpretação e recomendação de adubação de pastagens.

A técnica Mariana Peraza de Oliveira, da cidade de Itaberaí, prestigiou o evento com olhar focado nas novas práticas e tecnologias apresentadas. “Essencial não somente a nós, mas principalmente aos produtores. Temos essa necessidade de estarmos trocando informações, conhecer o que de bom se está desenvolvendo numa região, e assim aplicarmos nos locais em que atuamos. E os produtores atendidos são o foco de tudo, fazemos isso para que haja melhorias na atividade deles”, acrescenta.

Assistência técnica de pertoTécnica Mariana Peraza prestigiou evento com olhar focado nas novas práticas e tecnologias. Foto Larissa Melo

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, fez questão de encerrar a semana de conhecimentos compartilhados, parabenizando os técnicos por toda a melhoria que proporcionam na vida do homem do campo. Além do mais, fez questão de ressaltar a importância da assistência e acompanhamento técnico aos produtores, já que está, é a principal forma de se manter ativo o trabalho e o desenvolvimento conciso.

“O acompanhamento técnico é fundamental. E creio que essa seja uma área que ainda temos muito o que avançar, já que se sabe que cerca de 85% dos produtores tem a necessidade de acompanhamento técnico, principalmente em relação aos pequenos produtores”, explica. Não deixando de lembrar da importância das parcerias e colaboração de todos, Schreiner fez questão de agradecer: “Cumprimento toda equipe da Faeg, do Senar Goiás, e os nossos parceiros locais que são fundamentais, como as prefeituras, as cooperativas, os sindicatos rurais e as associações. Pois, se não fosse eles, não presenciaríamos tantas modificações no setor agropecuário”.

O coordenador do programa Goiás Mais Leite – Metodologia Balde Cheio, Marcos Henrique Teixeira, explica que a apresentação dos casos de sucesso são a comprovação do esforço coletivo. “Dentro dessa metodologia que nós trabalhamos hoje, eles veem em muitas vezes, a melhor saída, para que haja avanço e melhorias em relação às formas de lidar com tudo que se inclui numa propriedade rural”, diz. Marcos ressalta, ainda, que nesta sexta-feira (21), como continuação do encontro técnico, será realizada uma visita à uma propriedade rural no município de São João da Paraúna, com o objetivo de tornar o compartilhamento de experiências mais atrativo.

Para encerrar, José Mário Schreiner, que também é presidente do Conselho Administrativo do Senar Goiás, apontou que ainda há muito a se fazer na área de acompanhamento técnico. Além de relembrar que em setembro a ministra da agricultura, Kátia Abreu, estará na cidade de Piranhas, no dia três setembro, lançando um programa para melhoria da qualidade no campo, através da assistência técnica e gestão de propriedade, focando principalmente no pequeno e médio produtor. “A presença de alguém tão importante para o meio rural em nosso estado é um simbolismo que permite mostrarmos o que de bom estamos fazendo e, além disso, se olharmos em todas as direções veremos que há técnicos, porém, o que falta é o investimento, o qual possibilitará fazer e desenvolver mais”, completa.

Áreas de atuação

Veja também

Prazo

Notícias

Prazo para produtor emitir CCIR começa nesta terça (18/06)

Mecanismos

Notícia

Mecanismos de preservação do patrimônio: se inscreva para os seminários de holding rural

Produção

Notícia

Produção de soja e milho sofreram ajustes dos números para safra 23/24

Imagem