AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Assistência técnica e extensão rural em prol do pequeno produtor

Imagem

José Mário Schreiner é presidente do Sistema Faeg/Senar e deputado federal

(Artigo para o Jornal Emater)

Estamos passando por um momento diferente de tudo o que já vivenciamos. A pandemia do Coronavírus veio para sacudir as estruturas emocionais, e nos desafiar a buscar soluções para enfrentar de cabeça erguida este inimigo poderoso. Diante deste cenário, o setor produtivo, que não parou um minuto sequer durante a pandemia, busca também se adequar ao momento, e não se cansa de desenvolver inovações que alavanquem ainda mais nosso Estado de Goiás. A retomada das atividades econômicas passa pelo apoio ao pequeno agricultor familiar, que dentre suas principais necessidades, está o acompanhamento técnico. E neste contexto, a Emater tem desempenhado um papel fundamental ao longo de anos, assistindo, qualificando e orientando este público e suas organizações sociais. Por isso, reconhecemos esse belo trabalho que, sem dúvida alguma, está no rumo certo.

Este ano, a Emater completou 62 anos de trabalho, que engloba a pesquisa e, principalmente, a assistência técnica e a extensão rural: serviços fundamentais para o desenvolvimento do Agronegócio. E posso dizer, com a experiência de ter sido presidente desta empresa, quando ainda era Agência Rural, que sem esse trabalho o agro goiano não seria o que é hoje, sempre focada em parcerias fortes que abraçam ações e projetos de melhorias para as famílias do campo.

Graças ao olhar especial do governador Ronaldo Caiado, que tem trabalhado para reestruturar a Emater, e dotá-la de estrutura suficiente para atuação junto aos pequenos produtores, é que hoje podemos acompanhar, com entusiasmo, o trabalho de incentivo à melhoria da produção de mandioca. Com orientação adequada, os produtores mais do que dobraram a produção, chegando a atingir entre 40 a 60 toneladas do produto por hectare cultivado, e comercializando com a Ambev para produzir a mais nova cerveja goiana, a ‘Esmera de Goiás’.

É importante destacar também um programa que tem feito toda a diferença e impulsionado a produção da agricultura familiar em Goiás, que é o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Só em 2020, o governo federal liberou R$ 500 milhões para a compra de produtos da agricultura familiar, por meio do PAA, e temos percebido um grande potencial para ampliar o programa. Diversas associações e cooperativas de produtores enquadrados como agricultores familiares, tem suas propostas aprovadas junto à Emater, para receberam esses recursos que possibilitam a venda de seus produtos para órgãos públicos, que por sua vez doam para as entidades e famílias em condição de insegurança alimentar e nutricional.

É esse belo trabalho, realizado em conjunto, juntamente com o Sistema Faeg Senar e parceiros, que resulta em políticas públicas que direcionam investimentos para a extensão rural da Emater e, assim, fortalece a Agricultura Familiar do nosso Estado.

Temos que identificar as boas oportunidades neste momento de retomada e continuar com olhar atento ao setor que orgulha nosso povo. Por isso, continuarei trabalhando em prol do pequeno agricultor. É a soma de esforços, transformando a vida dos goianos para melhor.



Áreas de atuação

Veja também

Do

Desafio AgroStartup 2024

Do Campo ao Futuro: Soluções Inovadoras emergindo no AgroStartup 2024

Há

Notícia

Há 16 anos o Senar Goiás leva qualidade de vida para a família rural com o Campo Saúde

Condições

Notícia

Condições climáticas e menor demanda influenciam os preços Hortigranjeiros

Imagem