AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Plano Safra 2021/22 – Cresce em 6,31% o recurso disponível para a agricultura brasileira

Imagem

De acordo com anúncio feito hoje (22), o Plano de Safra 2021/22 será de R$ 251,2 bilhões, montante 6,31% superior ao Plano Safra 2020/21, que foi da ordem de R$ 236,3 bilhões. O Plano Safra 2021/22 – cada vez mais verde, tem como objetivo atuar com ênfase no pequeno produtor rural, na construção de armazéns e na sustentabilidade.

Devido ao novo enquadramento proposto neste plano safra, a renda máxima para Pronaf saiu de R$ 415.000 para R$ 500.000, o que pode resultar em um maior número de produtores enquadrados no Pronaf. O que significa dizer, que mais produtores podem ter acesso ao recurso com taxas de juros melhores, o que condiz com a proposta do plano, que visa beneficiar e estimular a agricultura familiar.

Do montante de R$ 251,2 bilhões, será disponibilizado R$ 165,2 bilhões com juros controlados e R$ 86 bilhões com juros livres. Em relação ao plano anterior, o crédito com juros controlados subiu 6% e com juros livres o acréscimo foi de 5%.

A taxa de juros para custeio de demais produtores saltou de 6% para 7% a.a. Para o Pronaf era entre 2,7% a.a. – 4,0% a.a e agora será de 3,0% – 4,5% ao ano, já para o Pronamp saltou de 5% para 5,5% a.a – 6,5% a.a. Conforme já era esperado, houve um aumento nas taxas de juros nas linhas de financiamento, no entanto, sendo coerente com a propósito de incentivar a prática de agricultura sustentável e a agricultura familiar, as correções para essas linhas foram menos significativas.

Conforme enaltecido pelo Wilson Vaz de Araujo – Diretor do Departamento de Crédito e Informação, o investimento prioritário deste Plano Safra se deu na agricultura sustentável. Fortalecendo linhas de financiamento do Programa ABC e PCA (Programa de Construção e Ampliação de Armazéns), sendo estas as linhas com as menores taxas de juros em relação às demais e com os maiores incrementos no montante disponível de recursos.

Para o programa de subvenção ao Seguro Rural, está orçado R$ 1 bilhão, com este montante é esperado um aumento no número de apólices contratadas e da área segurada. No entanto, o destaque é para o maior percentual de subvenção para o milho verão 2ª safra.

Comunicação Sistema Faeg/Ifag

Áreas de atuação

Veja também

Do

Desafio AgroStartup 2024

Do Campo ao Futuro: Soluções Inovadoras emergindo no AgroStartup 2024

Há

Notícia

Há 16 anos o Senar Goiás leva qualidade de vida para a família rural com o Campo Saúde

Condições

Notícia

Condições climáticas e menor demanda influenciam os preços Hortigranjeiros

Imagem