AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Leito do Rio Meia Ponte monitorado

Imagem

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) realizou na quinta-feira, 15/08, uma ação em conjunto com Corpo de Bombeiros, Batalhão Ambiental e Saneago no Rio Meia Ponte, onde está sendo realizado um monitoramento, com medição da vazão do manancial.

A secretária Andréa Vulcanis e gestores da área de Recursos Hídricos da Semad sobrevoaram o leito do rio para avaliar as condições do Meia Ponte e identificar possíveis captações de produtores fora do horário. Atualmente, a irrigação está permitida no período noturno, das 20h às 6hs. Vulcanis explica que a irrigação feita nesse intervalo ajuda muito, pois o consumo da população da cidade é mais baixo e a Saneago não precisa produzir água em grande quantidade nos períodos noturnos.

Com isso os produtores têm o volume necessário disponível. A Semad inicia agora uma campanha para que os produtores sigam essa orientação. Por isso, as equipes da Semad vão alertar os produtores rurais que ainda não foram informados do ato publicado ontem em Diário Oficial.

Durante os próximos dias será feito um acompanhamento para ver se há uma reversão do quadro. "Se não houver, vamos atuar mais fortemente para que essa água possa ser distribuída da melhor forma possível, adverte Vulcanis.

A secretária alerta também os moradores da região metropolitana de Goiânia para a redução do consumo, evitando desperdícios e não usando água para lavar calçadas e carros, por exemplo. "Precisamos contribuir para que o produtor possa manter sua irrigação e, ao mesmo tempo, continue chegando água na cidade. A situação começa a ficar cada vez mais crítica e contamos com a ajuda da população, disse a secretária.

*Monitoramento* - Os fiscais da Semad vão analisar cada trecho do Rio Meia Ponte e as possíveis captações irregulares. São cerca de 80 km, passando por nove municípios, de Itauçú até a Estação de Captação em Goiânia. A força tarefa também conta com o uso de drones para identificar áreas para a fiscalização.

*Nível da Água* - Segundo os levantamentos da Semad, a vazão do rio Meia Ponte está atualmente no Nível Crítico 1. Em caso de queda, será declarado o Nível Crítico 2, o que pode levar à redução de cinquenta por cento das outorgas da pecuária e indústria.

Fonte: Semad

Comunicação Sistema Faeg/Senar

Veja também

Condições

Notícia

Condições climáticas e menor demanda influenciam os preços Hortigranjeiros

Produtor

Caso de Sucesso

Produtor de hortaliças hidropônicas, que tinha desistido do cultivo, retoma a atividade produzindo cinco vezes mais com a ajuda da ATeG do Senar Goiás

Mercado

Notícia

Mercado de aluguel de máquinas agrícolas apresenta boas opções para pequenos e médios produtores

Imagem