AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Mercado hortigranjeiro encerrou novembro com alta nos preços

Imagem
Na manhã desta sexta-feira (16), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) publicou o seu 12° Boletim Hortigranjeiro – dezembro, referente ao Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro – Prohort.

No estado de Goiás, durante o mês de novembro foi possível observar uma movimentação de alta em todos os produtos hortícolas comercializados. No comparativo com o mês de outubro a alface teve uma alta de 10,25%, sendo comercializada a R$3,33. A batata foi comercializada a R$3,49 com alta de 6,16% e a cenoura foi comercializada a R$1,40 com alta de 2,73%.


O destaque ficou por conta da cebola que foi comercializada a R$7,67 com alta de 38,31% e do tomate que teve uma alta de 38,62% sendo comercializado a R $4,08. Essa alta significativa da cebola e do tomate tem como fator chave a redução da oferta no estado de Goiás, que vêm apresentando declínio no decorrer dos últimos meses. Além disso, as chuvas constantes em algumas regiões produtores têm comprometido a colheita, o que causa mais impacto na oferta de ambos os produtos.



Em relação às frutas analisadas, a banana, a laranja, a maçã e a melancia registraram significativas altas nos preços. A média de preço para a banana ficou em R$ 5,37 com alta de 12,39%, a laranja teve o preço de R$ 2,12 com acréscimo de 7,38%, a maçã foi comercializada a R$ 7,18 com elevação de 4,84% e a melancia teve o preço médio de R$ 2,93 com alta de 29,06%. Dentro desse cenário somente o mamão obteve retração nos preços, sendo comercializada a R $5,47 com queda de -11,30%.


Essa significativa alta registrada para a melancia está relacionada com a colheita da fruta no município de Ceres - GO, que concluiu a safra, a qualidade da fruta nessa região era de boa a ótima, o que proporcionou ganhos acima dos custos para os produtores. O declínio nos preços do mamão é explicado pela baixa demanda, alinhado à menor produção nacional.

Fonte: Conab | Elaboração: IFAG

Áreas de atuação

Veja também

Biogás

Notícias

Biogás e biofertilizantes: oportunidades para reduzir custos e garantir sustentabilidade no campo com orientação do Senar Goiás

Graviola

Notícias

Graviola goiana busca espaço no mercado com acompanhamento do Senar Goiás

Senar

Notícias

Senar Goiás apresenta soluções para o plantio e manejo da lavoura de grãos

Imagem