AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Navios parados podem travar comércio de grãos em Goiás

Imagem

A preocupação com a questão dos navios da empresa Eleva Química, que chegaram ao Brasil carregados de ureia e deveriam retornar ao Irã com milho brasileiro, mas estão parados desde o início de junho, no Paraná, depois que a Petrobras se recusou a fornecer combustível, por medo de violar as sanções dos EUA contra o Irã. Goiás é grande exportador de milho e demais grãos para os países árabes e teme o impacto dessa situação sobre a comercialização dos produtos.

Em entrevista ao Diário de Goiás , o analista técnico do Instituto para Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (IFAG), Leonardo Machado, disse que isso pode travar o mercado goiano.

A questão dos navios é muito preocupante porque os países árabes são importantes compradores de carne, milho e soja nosso. Isso pode causar um impacto de travar essa comercialização, então a gente espera que resolva isso bem rápido para que não fique no prejuízo, tanto para o Brasil quanto para Goiás , afirma.

Machado esclarece ainda que, os produtores também estão preocupados por conta do período de colheita do milho. Porque pode acontecer de parar o mercado, principalmente o de milho. Estamos no período de colheita de milho safrinha, então, qualquer problema que possa trazer, pode afetar a comercialização. Por enquanto, parece que se resolveu na parte jurídica com a liminar para abastecer os navios e aguardamos que isso seja resolvido em breve , disse.

De acordo com o especialista, outras medidas do governo Bolsonaro preocupam a produção de grãos em Goiás , como a reforma Tributária que pode deixar o custo produtivo mais alto para o produtor goiano.

A gente tem algumas preocupações com a questão da reforma Tributária que pode causar alguns impactos. Como bem se sabe, o país ele já sofre muito com a carga tributária agressiva, e a gente pensa que isso pode trazer grandes preocupações. Entre essas preocupações está a criação de tributos a mais para o produtor, que faz com que o custo de produção fique muito alto , alerta Machado.

Reportagem: Diário de Goiás

Fotos: Divulgação

Comunicação Sistema Faeg/Senar

Áreas de atuação

Veja também

Senar

Notícia

Senar Goiás oferece curso para prevenir e combater incêndios em áreas agrícolas

Festa

Notícia

Festa de sabores que dura o ano todo

Soja

Notícia

Soja e milho sofreram pequenas variações na produção na Safra 23/24

Imagem