AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Presidente da Faeg discute empreendedorismo com estudantes

Imagem
::cck::249::/cck::
::introtext::

Gilmara Roberto
Em comemoração aos 30 anos do curso de Agronomia, o Instituto Luterano de Ensino Superior de Itumbiara (Iles/Ulbra) iniciou nesta segunda-feira (25) a XXX Semana do Curso de Agronomia. O evento envolve cerca de 500 produtores, estudantes, profissionais e pesquisadores em palestras, cursos e atividades culturais até sábado (30). O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, realizou a palestra sobre Empreendedorismo e Perspectivas para o Agronegócio na abertura do evento.

O diretor geral da Iles/Ubra, Jeferson André Samuelsson, recebeu os estudantes e destacou a importância da participação em eventos extraclasse. “Quando eu estudava no seminário tive que aprender alemão. Hoje isso me foi útil para saber pronunciar o sobrenome do palestrante que irá falar para vocês”, disse o coordenador, convidando José Mário Schreiner ao palco. Para Samuelsson, ser um profissional de destaque exige que os estudantes procurem sua formação além do que é exigido em sala de aula.

Para José Mário, os estudantes de agronomia já têm o diferencial de serem lançados no mercado com capacitação para atuar no setor que mais cresce na economia nacional e que sustenta o Brasil. “Vocês estão de parabéns por escolherem atuar no agronegócio. Discutir empreendedorismo e estimular a atuação dos jovens na agropecuária é uma forma de garantir que o setor que mais cresce na economia mundial conte com mão-de-obra qualificada”, destacou Schreiner, que também é presidente do conselho administrativo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás).

O presidente da Faeg lembrou o exemplo de migrantes do sul do Brasil que enxergaram nas terras até então pouco produtivas do sul de Goiás, uma oportunidade de produzir grãos. “Eles viram que com um pouco de adubo e fertilizante a lavoura ia bem sim. Foi o espírito empreendedor desses imigrantes que contribuiu para que o Centro-Oeste se tornasse uma das maiores e mais importantes regiões produtoras do mundo”, destacou José Mário.

Economia
Além de exigir altos níveis de qualificação técnica, José Mário destacou que a agropecuária é um setor que, invariavelmente, sofre os impactos da economia internacional, além da economia brasileira. “É importante vocês estarem atentos para como o agronegócio está situado no mundo para conhecerem bem o mercado em que irão ingressar”, aconselhou.

Perspectivas

O palestrante lembrou que o crescimento da população mundial irá exigir a ampliação da produção de alimentos e que, nesse cenário, o Brasil é um agente fundamental para garantir a segurança alimentar no mundo. “A América do Sul possui 268 milhões de hectares de terras agriculturáveis e boa parte delas está no território brasileiro. Isso significa que temos que pensar cada dia mais em soluções eficientes e em tecnologias que garantam a produção de alimentos de forma sustentável”, projetou.


“Hoje, no Estado de Goiás, cerca de 85 mil produtores rurais precisam de assistência técnica para produzir mais e gerar mais renda. O desafio de vocês é chegar até eles”, propôs José Mário Schreiner. Para o presidente do Sistema Faeg/Senar suprir as demandas por assistência técnica é a grande chave para promover a melhoria de classe social das famílias do campo e alavancar a economia goiana.

Extraclasse
Estudante do 1º Período de Agronomia, Geraldo Magela, considerou que participar da palestra é uma forma de garantir uma formação complementar à sala de aula e uma posição de destaque no mercado. “As informações passadas por José Mário sem dúvida acrescentam na informação que a gente recebe na sala de aula”, afirmou o estudante. Para ele, é fundamental olhar o mercado da agropecuária como um setor que é influenciado por inúmeros fatores externos e que isso deve ser motivo de atenção para estudantes e profissionais da área.

Parceria
A Faeg, o Sindicato Rural (SR) de Itumbiara e o Senar Goiás são correalizadores da XXX Jornada Agronômica. Até o final da semana, serão realizados cursos de agricultura de precisão, operação de GPS, hidroponia, olericultura e administração rural, entre outras formações oferecidas pelo Senar Goiás.
O presidente do SR de Itumbiara, Rogério Santana de Araújo, comemorou a parceria e a presença de José Mário no evento. “É uma honra para nós de Itumbiara participar de um evento e receber a palestra do José Mário, que traz tantas informações importantes”, declarou.

::/introtext::
::fulltext::::/fulltext::::cck::249::/cck::
Áreas de atuação

Veja também

Produção

Notícia

Produção de soja e milho sofreram ajustes dos números para safra 23/24

Safra

Agricultura

Safra 23/24: Relatório do USDA apresenta leves oscilações

Senar

Notícia

Senar Goiás lança curso online: “Nutrição de bovinos de leite na era da pecuária 4.0”

Imagem