AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Presidente da Faeg se reúne com secretária da Fazenda para discutir maior competitividade da produçã

Imagem

secretaria fazenda Larissa melo 07Michelle Rabelo

Visando discutir meios para aumentar ainda mais a competitividade da produção goiana, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, recebeu, na manhã desta quinta-feira (5), a secretária da Fazenda (Sefaz), Ana Carla Abrão. O encontro foi realizado na sede da Federação e José Mário aproveitou para destacar a importância de estreitar os laços com o governo, de onde saem decisões que impactam diretamente o setor agropecuário.

Na ocasião, Schreiner também fez questão de ratificar o empenho da Faeg em manter Goiás na trilha do desenvolvimento e a vontade de dar mais destaque ao estado. “Quero continuar trabalhando para que as tarifas sejam adequadas sempre que necessário, para que tenhamos condições de igualdade com outros estados, para que o valor do ICMS não inviabilize a comercialização de nenhum produto goiano”, esclareceu.

A economista Ana Carla, à frente da pasta desde o afastamento de José Taveira, afirmou por diversas vezes que a palavra de ordem da sua gestão é eficiência. Durante o encontro com o suplente, que também é vice-presidente diretor da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), reafirmou que pretende trabalhar em prol da eficiência fiscal, garantindo a manutenção de crescimento da máquina governamental goiana.

Proximidade que gera conquistas
Esta vontade de estreitar ainda mais os laços com o governo estadual vem de experiências positivas que a Faeg vem colecionando há tempos. Em 2011, a Federação conseguiu reduzir a pauta de ICMS de comercialização da laranja. Em 2012, o mesmo foi feito com o eucalipto e com outros produtos – sempre por pedido das comissões técnicas da entidade.

Em 2013, também por solicitação da Faeg, a Sefaz reduziu, em 9%, ICMS do milho para venda interestadual. Na ocasião, a decisão que alterou o artigo 12 do decreto 4.852 foi publicada no Diário Oficial e diminui o ICMS do milho de 12% para 3%.

Áreas de atuação

Veja também

Cosméticos

Caso de Sucesso

Cosméticos feitos com mel: esteticista realiza sonho com ajuda da ATeG do Senar Goiás

Expandindo

Resultados

Expandindo horizontes com a ATeG do Senar Goiás

De

Caso de Sucesso

De Madagascar para o Cerrado

Imagem