AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Previsão para 2014 é que milho tenha melhores preços que 2013

Imagem

2014-01-21-cristalinaCom as cotações da Bolsa de Chicago atingindo, no ano passado, os menores níveis desde setembro do ano de 2010, os preços do milho podem subir nos próximos meses. Em 2013, produtores de Goiás enfrentaram turbulências com um custo de produção que subiu 12,4% e o preço que chegou a cair 6,1%. Para este ano, a perspectiva é melhor que a da soja, isso segundo Gustavo Bezerra, consultor em gerenciamento de riscos da FCStone.

A comercialização está sendo discutida nesta semana pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), durante os seminários de comercialização de grãos. A série de eventos teve início na última segunda-feira em São João da Aliança, passou por Cristalina e agora segue por: Goiatuba, Caiapônia, Rio Verde e Mineiros.

“Estou mais positivo quando o assunto é milho. Apenas neste mês de janeiro o Brasil já exportou mais de 1,5 milhão de toneladas de milho e o mês ainda não chegou ao fim”, pontuou. Para ele, a expectativa é de uma produção menor, com preço melhor influenciado pelo dólar mais alto.

Os seminários, realizados sempre no mês de janeiro, antecedem o início da colheita da intensifica. Assim sendo, o objetivo é auxiliar o produtor na decisão sobre a melhor forma de comercialização. Para o presidente do Sindicato Rural de Cristalina, Alécio Maróstica, a discussão é fundamental e auxilia o produtor.

Reconhecimento
Presidente da Faeg, José Mário Schreiner afirma que o crescimento do mercado brasileiro é um caminho sem volta e que é preciso ficar atento aos benefícios que isso traz ao produtor. “A Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) abriu escritórios em Pequim e em Bruxelas. Esta não é uma atitude em vão, estamos ganhando representatividade. Nosso setor começa a ser bem visto lá fora”, completou o presidente.

José Mário acrescentou ainda que acredita que o produtor brasileiro é o mais competente do mundo. Isto porque, em 30 anos, conseguiram aumentar a produção de 30 sacas de soja por hectare para até 75 sacas em um mesmo espaço. Se o assunto for milho, o número pulou de 70 para 200 sacas. “Tivemos todo esse avanço em um mesmo espaço físico e com os mesmos recursos naturais. Qual segmento avançou tanto em tão pouco tempo?”, questionou o presidente.

2014-01-21-cristalina2
Painelistas

Moderados pelo Consultor técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás) Cristiano Palavro, três painelistas expuseram sobre mercado e a empresa que representam. No município de Cristalina, Sérgio Martins, engenheiro agrônomo representou a Bayer Cropscience; Woloson Felipe representou o Sebrae Goiás e Leonel Milani representou a Marcher.

Próximas cidades

Goiatuba e região
Data: 22/01/2014 (quarta-feira)
Horário: 19h30
Local: Sede do Sindicato Rural de Goiatuba (Rua Corumbá 615, Centro)

Caiapônia e região
Data: 23/01/2014 (quinta-feira)
Horário: 19h30
Local: Clube Treze de Maio

Rio Verde e região
Data: 24/01/2014 (sexta-feira)
Horário: 19h30
Local: Parque Agropecuário de Rio Verde, Salão Verde

Mineiros e região
Data: 27/01/2014 (segunda-feira)
Horário: 19h30
Local: Parque Agropecuário de Mineiros, Tatersal

Áreas de atuação

Veja também

Mercado

Notícia

Mercado com vantagens de ser premium

Condições

Preço Hortifrutis

Condições climáticas continuam impactando nos preços de Hortigranjeiros

Cosméticos

Caso de Sucesso

Cosméticos feitos com mel: esteticista realiza sonho com ajuda da ATeG do Senar Goiás

Imagem