AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Programa Sistema Faeg/Senar em Campo é lançado em Anapólis

Imagem
::cck::71::/cck::
::introtext::

Michelle Rabelo

Bassamurfo pontuou ainda a importância da escolha do Sindicato Rural de Anápolis para receber o evento piloto do Faeg em Campo

O Sindicato Rural (SR) de Anápolis foi palco, na última sexta-feira (13), de uma apresentação dos planos institucionais, indicadores e metas da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) Goiás para 2015. Além disso, houve a reapresentação do portifólio das entidades. Trata-se de um dos Encontros Municipais denominados Programa Sistema Faeg/Senar em Campo, que vai percorrer 128 municípios até a primeira quinzena de março. O evento aconteceu no auditório do Parque Agropecuário de Anápolis, e teve como objetivo promover uma maior interação entre os produtores, o Sindicato Rural (SR), as entidades e a sociedade como um todo.

O evento serviu também para que Faeg e Senar Goiás coletassem informações acerca das impressões e das principais demandas de cada município, apresentassem os pilares do Sistema Sindical e falassem sobre a importância da profissionalização da atividade rural e das inovações lançadas recentemente. O público, assim como os representantes da Faeg e do Senar Goiás, foram recebidos pelo presidente do SR de Anápolis, Pedro Olímpio, que fez questão de elogiar a iniciativa. “É necessário divulgar os cursos que estão à disposição do produtor e esse evento de hoje contribui muito com isso. As pessoas que saírem daqui vão levar essa informação aos quatro cantos do estado”.

Estreitando laços

Eurípedes apresentou o Senar Goiás. Foto: Larissa MeloDando boas vindas aos presentes, o superintendente do Senar Goiás, Eurípedes Bassamurfo, explicou que o Sistema Faeg em Campo integrou o planejamento estratégico da instituição e que muito tem sido feito para estreitar ainda mais os laços entre quem representa, zela e capacita o produtor rural. “Antes de reforçar esses laços, nós fizemos um trabalho de dentro para fora. Primeiro falamos com os nossos colaboradores e agora nosso foco são os nossos parceiros, que irão nos ajudar a multiplicar a informação para toda a sociedade”.

Bassamurfo pontuou ainda a importância da escolha do Sindicato Rural de Anápolis para receber o evento piloto do Faeg em Campo. “Uma outra boa notícia é o braço da Faculdade CNA que será instalado aqui em Anápolis”, disse, em tom de comemoração, aproveitando para elogiar a grande participação dos parceiros. Ele falou ainda da importância de o produtor conhecer de fato quem o representa, política e economicamente, defende a classe e trabalha para capacitar o maior número possível de pessoas.

“Sala cheia é sinônimo de Sindicato Rural ativo e comprometido”, disse o superintendente da Faeg, Claudinei Antônio Rigonatto, ao se apresentar e falar sobre o evento, que pretende também incentivar os produtores e levar melhorias para o campo. “Ainda dentro deste programa, vamos incentivar a qualificação de mão de obra, já oferendo diversos treinamentos, mas agora vamos investir em educação”, pontuou.

Ele também explicou como funciona o Sistema Sindical Rural Nacional, que comporta a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), 22 Federações de Agricultura, 2.300 Sindicatos Rurais (SRs) e 1.2 bilhão de produtores rurais. “Os Sindicatos Rurais são a base dessa pirâmide. Em Goiás nós contamos com 128, e temos por eles muito apreço e respeito”. Sobre o papel das Federações, no caso a Faeg, Rigonato apontou a representatividade política como parte valiosa da missão. “Precisamos ficar atentos aos projetos que tramitam no Congresso, nas Assembleias e nas Câmaras. É preciso que nossos representantes votem assuntos que favoreçam a todas as partes ou, acima de tudo, que não prejudiquem os produtores. Para isso é muito importante que tenhamos uma entidade ética e forte para nos representar”.

Desafios dentro e fora da porteira

Tayrone fez questão de elogiar evento. Foto: Larissa Melo

Rigonatto fez questão de lembrar que ao construírem o planejamento das entidades, Faeg e Senar Goiás levaram em consideração os desafios que o produtor enfrenta dentro e fora da porteira. “Queremos atingir os objetivos planejados sem deixar de ficarmos antenados com os desafios da classe. Precisamos de conhecimento na base, políticas agrícolas que beneficiem o setor, maior amparo no que se refere à infraestrutura e logística e sustentabilidade na hora de colocar tudo isso em prática”, disse.

O supervisor regional do Senar Goiás, Antônio Carlos de Souza, apresentou o portifólio com 222 ações disponibilizadas para o público. Segundo ele, são programas que capacitam, educam e forma mão de obra para o campo.

Para o instrutor do Senar Goiás, Tayrone Prado, o evento traz visibilidade ao Sistema Faeg Senar e preenche uma lacuna, que á comunicação com foco no consumidor final, que é o produtor final. “Eu não conhecia todas as propostas e gostei do que ouvi. Agora é analisar com carinho”.

::/introtext::
::fulltext::::/fulltext::::cck::71::/cck::
Áreas de atuação

Veja também

Produção

Notícia

Produção de soja e milho sofreram ajustes dos números para safra 23/24

Safra

Agricultura

Safra 23/24: Relatório do USDA apresenta leves oscilações

Senar

Notícia

Senar Goiás lança curso online: “Nutrição de bovinos de leite na era da pecuária 4.0”

Imagem