AJUDA
O seu próximo passo no campo goiano começa agora! Conheça todas as possibilidades que o Sistema FAEG oferece a você:

Puxado pelo setor primário, PIB do agronegócio cresce 3,13% no primeiro semestre de 2013

Imagem

Brasília (13/09) - O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio fechou o primeiro semestre de 2013 com alta de 3,13% em relação ao mesmo período do ano passado. O bom desempenho foi impulsionado pelo resultado positivo de todos os segmentos da cadeia produtiva do setor, especialmente a agropecuária, que liderou a expansão, com crescimento de 6,20%. É o que revela o levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Segundo o estudo, o comportamento do PIB do setor primário (agropecuária) no período janeiro/junho deste ano foi puxado pela elevação de faturamento, preços e aumento da produção. Considerando a atividade “da porteira pra dentro”, a agricultura cresceu 5,61%, reflexo da expansão do faturamento de culturas como a batata (211%), o tomate (106,3%), o trigo (91%), a cebola (54,3%), a soja (25,5%), o fumo (19,7%), a mandioca (18,5%), a uva (17%), o arroz (15,9%) e o milho (9,7%).

Já a pecuária apresentou elevação de 7,06% no período, com destaque para a avicultura, a suinocultura e a bovinocultura, que apresentaram receitas superiores às registradas no primeiro semestre do ano passado. Outro segmento com desempenho expressivo dentro do agronegócio foi o de insumos, que cresceu 4,07%, impulsionado pelos combustíveis, que tiveram alta de 14,15% na comparação semestral com 2012. Por outro lado, os itens adubos/fertilizantes e rações tiveram queda de 3,34% e 1,33%, respectivamente.

Também nos primeiros seis meses deste ano, o PIB do setor de distribuição teve aumento de 2,03%. A agroindústria foi o grupo com menor expansão no primeiro semestre, totalizando e 0,78%.

Em junho, o PIB do agronegócio voltou a crescer, apresentando alta de 0,27%, depois da queda registrada em maio. Os segmentos que mais se destacaram foram o primário e o de insumos, com elevações de 0,79% e de 0,43%, respectivamente. O setor de distribuição teve leve alta de 0,03%, enquanto a indústria foi a única a ter desempenho negativo, com retração de 0,08%.

Áreas de atuação

Veja também

Mercado

Notícia

Mercado com vantagens de ser premium

Condições

Preço Hortifrutis

Condições climáticas continuam impactando nos preços de Hortigranjeiros

Cosméticos

Caso de Sucesso

Cosméticos feitos com mel: esteticista realiza sonho com ajuda da ATeG do Senar Goiás

Imagem